Auto-hemoterapia Informações e debates

            Quem somos

                 auto-hemoterapia o que é? |  informações & debate |  depoimentos |  publicações |  vídeos |  política de privacidade |  pesquisa virtual

ver participações do dia Visitantes: 4.013.890 (início em 30/10/2010)

"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas








Assine a petição
para a Liberação da
Auto-hemoterapia








"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas

Busca Saúde
Loading

 Sra. Fernanda Primeiro vamos por partes. Voce me

Auto-Hemoterapia - Informações e Debate - Ver Opinião - Ver Opinião - Participação
2370
Quinta-feira, 21 de maio de 2009 - 22:20:31

Sra. Fernanda  

Primeiro vamos por partes. 

Voce me escreveu, portanto vou responder. 

Eu quando li a noticia do seu jornal, enviei um comentario sugerindo publicarem o outro lado da AHT, tanto no comentar a noticia e no entre em contato conosco. 

Repassamos emails entre os autohemoterapicos, sobre diversos tópicos, dentre eles noticias publicadas sobre o assunto.  

E voce me escreveu, representando o jornal, perguntando o que tinha acontecido. Eu fui bem claro e expliquei o que houve. E disse que iria te repassar todos os emails que tinha recebido. E como repasso emails com cabeçalhos, outras pessoas te escrevaram. 

 

Mas vamos aos fatos agora. 

O seu jornal preferiu dar enfase a prisão e ao que disse uma fiscal da ANVISA, dizendo que ficou chocada ao ver pessoas que acreditam nisso. 

MAS fatos importantes mesmo, como A REVISTA CIENTIFICA EUROPÉIA REFERÊNCIA PUBLICA ARTIGO DE CIENTISTAS BRASILEIROS SOBRE A AUTOHEMOTERAPIA ou o SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL AUDIÊNCIA PÚBLICA DE SAÚDE 2009 publicou 3 ARTIGOS sobre a AHT no seu portal, foram ignorados, como pode se notar pelas respostas que foram dadas ao Sr Olivares e Sr Haroldo, que estão abaixo em verde e outras que nem vou citar. 

 

Eu comecei a defender a AHT antes mesmo de me tornar um usuario, devido a dificuldade de encontrar um aplicador em minha cidade, pois é o que noticias com a sua fazem, dificultar mais ainda, quando li o relato da jovem Wéllika, 16 anos portadora de esclerodermia, que está abaixo em vermelho, pedindo pelo Amor de Deus pois nao aguentava mais a doença, e cuja mae leu num site que a AHT tinha riscos a saude etc. 

 

AGORA, olhe bem esta foto abaixo, é do TRABALHO PUBLICADO NO EXTERIOR - UM CASO DE ESCLERODERMIA.  

MAS OLHE BEM ATENTAMENTE e se clicar no link vai assistir o video onde tambem poderá ver mais fotos chocantes e ainda ouvir o Dr. João Veiga Filho, médico secretário de saúde de Olinda falando sobre a AHT. 

 

Link para ver o video: 

http://www.youtube.com/watch?v=wCCQgQTUaBY&feature=channel_page 

 

Se a foto nao aparecer no email: 

http://i4.ytimg.com/vi/wCCQgQTUaBY/default.jpg 

 

Se pesquisar um pouquinho mais, inlusive nos textos que as pessoas te enviaram, verá que mais médicos de renome internacional apóiam a terapia. Devo salientar novamente que o cientista mexicano Dr. Jorge Gonzalez Ramirez tinha 3 doutorados de fisiologia celular e baseado na sua palavra, o México reconheceu a eficacia da AHT no país. Saliento também que outros paises fazem uso livremente da AHT e reconhecem a sua eficacia. 

 

Agora depois de olhar a foto da paciente ADB, portadora de esclerodermia, foto que voce nao vai esquecer jamais, poderá se perguntar se a sua noticia prestou um serviço de utilidade publica aos seus leitores, e se a fiscal que disse aquela bobagem publicada no seu jornal merece credito. 

 

Se voce nao quer mais receber matérias sobre a AHT, o que muito me admira, pois voces trabalham com informações, eu de minha parte nao pretendia e muito menos pretendo entrar em contato novamente com voce ou com o seu jornal. E acredito que as outras pessoas tambem nao. NAO COLOQUEI SEU EMAIL LISTA ALGUMA, as pessoas o viram nos repasses e escreveram. 

 

Vou dizer a voce o que eu digo as autoridades que recebem meus emails, e nao sao poucas, mas infelizmente até agora nada fizeram. 

 

Se voces precisassem da AHT e se deparassem com uma materia igual a do seu jornal, como reagiriam? 

Pois se precisarem um dia, podem até publicar na sua primeira pagina UM PELO AMOR DE DEUS, PEDINDO UM APLICADOR. Podem escrever aos meus amigos, e não amigos autohemoterapicos, pedindo pelo Amor de Deus, como as pessoas fazem, e eles sao pessoas bonissimas que vao fazer de tudo para ajudar. MAS eu particularmente, gostaria mesmo que uma ferida como essa aparecesse na perna de todos voces, e na fiscal e no que proibiu a publicação dos comentarios, que surgissem feridas no corpo inteiro. Quem sabe assim, voces aprenderiam a ter amor ao proximo. 

E oh, este foi meu ultimo email a voce. E so estou respondendo ao que voce me escreveu. Se me escrever novamente eu nao vou nem ler. 

Dispenso respostas. 

Desatenciosamente 

Marcelo 

 

 

* Relato de: Whéllika Araújo Coimbra - 16 anos - Canavieiras - Bahia 

Terça-feira, 19 de agosto de 2008 - 13:50:43 

BOm...primeiramente que Deus esteja com vcs...eu sou uma adolescente portadora de esclerodermia...queria muito fazer uso da auto-hemoterapia, mas minha mãe ñ acha seguro pois está escrito no site aki que é proibido e que pode ter efeitos colaterais graves...por favor me respondam como eu posso fazer...quero muito...vi o dvd e gostei bastante...agora uma dúvida que eu tenho...a mulher que o Dr. Luís fala no dvd, ela tinha atrofias? manchas na pele? eu tenho devido a esclerodermia , o a minha é localizada...faço uso da ciclosporina, prednizona e ranitidina, se eu fizer a hemoterapia, o que pode acontecer comigo é seguro?  

Pelo amor de Deus respondam, convivo com a esclerodermia faz 6 anos, e ñ estou aguentando mais.  

Agradeço sua compreensão!! 

 

 

recebi dos editores do jornal A NOTIICIA, ESTE E-MAIL:  

Boa tarde, Sr. Olivares  

 

Primeiramente gostaríamos de agradecer sua visita ao site de A Notícia.  

Informamos que seu comentário foi excluído do site por um erro de postagem. As condições para publicação dos comentários seguem normas, e o assunto sendo uma prática não declaradamente legal não pode ser incentivado e/ou apoiado.  

Entendemos que a opinião estaria assinada pelo leitor, mas em caso de complicações judiciais, o A Notícia não tem como passar a responsabilidade a quem comentou. Logo, não podemos, por medidas éticas e legais - e não de censura - deixar no ar tais opiniões polêmicas e controversas.  

 

Grato pela compreensão.  

 

Juliano Reinert  

Jornal A Notícia  

AN.com.br  

 

 

RESPOSTA DO JORNAL AO SR HAROLDO: 

 

Olá Haroldo, boa tarde. 

Recebemos seu texto "AUTO-HEMOTERAPIA - PROIBIÇÃO ILEGAL" na sessão Leitor-repórter do site www.an.com.br. Ele não será liberado porque não se encaixa no objetivo da sessão, de ser uma área onde os nossos leitores enviam notícias já que o seu texto é considerado um artigo. Contudo ele será encaminhado à editoria de Geral que está fazendo uma pauta sobre esse assunto.  

 

Agradecemos sua participação e esperamos contar com ela em outros momentos.  

 

Atenciosamente 

 

Fernanda Gabriella Lüttke 

Redatora Site A Notícia 

A Notícia | Joinville | SC 

Rua Caçador, 112 | Atiradores  

Fone: (47) 3419.2109/3419.2110 

Fax: (47) 3419.2111 

e-mail: fernanda.luttke@an.com.br 

site: www.an.com.br 

 

 

---------- Forwarded message ---------- 

From: Fernanda Luttke  

Date: 2009/5/15 

Subject: RES: Enviando email: crime-sem-lei.htm 

To: Marcelo  

 

Sr. Marcelo. Estou encaminhando seu caso para nosso superior. Assim que tiver uma resposta ele ou eu voltaremos a entrar em contato com o senhor. Também peço que, por favor, tire meu e-mail de qualquer lista para receber textos sobre o assunto. 

 

Atenciosamente 

 

Fernanda Gabriella Lüttke 

Redatora Site A Notícia 

A Notícia | Joinville | SC 

Rua Caçador, 112 | Atiradores  

Fone: (47) 3419.2109/3419.2110 

Fax: (47) 3419.2111 

e-mail: fernanda.luttke@an.com.br 

site: www.an.com.br 

 

-------------------------------------------------------------------------------- 

De: Marcelo [mailto:fetha@ibest.com.br] 

Enviada: qui 14/5/2009 22:56 

Para: Fernanda Luttke; Tiago Rafael De Jesus; eduardo.suplicy@senador.gov.br; pfdc001@pgr.mpf.gov.br; Luiz Fernando Sarmento 

Assunto: Fwd: Enviando email: crime-sem-lei.htm 

 

 

Parabéns Dr. Walter pela Materia, 

Vamos repassar 

Abraços 

 

AUTOHEMOTERAPICOS, VAMOS COMENTAR ESTA MATERIA?? 

 

:: Franklin Jorge :: 

Franklinjorge.com 

 

-------------------------------------------------------------------------------- 

 

CRIME SEM LEI 

Por Walter Medeiros 

 

Editor de RN Sites 

 

Natal — Os cidadãos brasileiros que desejem ou precisem consumir drogas injetáveis, por dependência ou promiscuidade, têm direito a receber gratuitamente as seringas descartáveis do Ministério da Saúde, dentro de um programa que chamam de redução de danos. Mas os cidadãos brasileiros que têm doenças para as quais a medicina diz que não tem remédio e os próprios governos não oferecem condições de atendimento, ao fazerem uso de uma terapia alternativa as autoridades dão a cadeia. 

 

Injetar drogas no próprio corpo, pode, e para isto o governo fornece as seringas. Mas injetar o próprio sangue, usando uma terapia que vem dando certo há mais de cem anos, não pode. Que país é este?  

 

Em Joinville, Santa Catarina, a Vigilância Sanitária Recebeu a Informação que chamou de “denúncia anônima” e a Polícia Militar deteve um casal no que chamou de “flagrante”. Dizem os princípios de direito que “não há crime sem lei que o preveja”, mas, mesmo sem dizer em que lei se baseava, o casal Ernesto de Moura, 44 anos e Agueda Hacke, 40, foi detido no município catarinense de Rio Negrinho, na noite da segunda-feira, sob acusação de “prática de Auto-hemoterapia”.  

 

Ao invés de montar uma operação na qual os policiais à paisana se disfarçaram de clientes para forjar um atendimento, a Vigilância Sanitária e a Polícia Militar deveriam ter se debruçado sobre o assunto, para saber inicialmente com base em que lei efetuariam uma prisão. Aliás, não foi dito até agora nos jornais catarinenses que noticiaram o fato, qual o enquadramento sugerido pelo delegado que determinou a prisão. 

 

A alegação da ANVISA de que a prática da auto-hemoterapia seria infração sanitária é insustentável, pois em nota técnica que emitiu sobre o assunto não conseguiu fazer esse enquadramento; citou leis que nada têm a ver com o tema.  

 

A Vigilância Sanitária impede, com esta ação, o tratamento de pessoas com doenças crônicas, um dos quais afirma ter melhorado de saúde com a auto-hemoterapia. Além do mais, a fiscal que compareceu ao local faz declarações baseadas tão somente em suposições, o que é impróprio para uma autoridade, que faz referência ao uso de seringas “provavelmente sem esterilização”. 

 

Se agisse corretamente em benefício da saúde do povo, a ANVISA deveria chegar com as seringas, para evitar que as pessoas tivessem de pagar por elas; da mesma forma que fazem no programa de Doenças Sexualmente Transmissíveis e AIDS. Contraditoriamente, a mesma fiscal informa que “Não foi flagrada(sic) nenhuma agulha ou seringa compartilhada entre os praticantes”.  

 

Na área da autoridade policial, é preciso que o delegado Procópio Batista da Silva Neto preste um serviço maior à sociedade estudando mais profundamente o assunto. Ele indiciou o casal “por usar método considerado ineficaz para supostamente beneficiar as pessoas”. A acusação, para ser provada, precisa ser baseada na comprovação da ineficácia do método auto-hemoterapia. A comprovação da eficácia da técnica encontra-se nos milhões de relatos de pessoas que curaram seus males através do tempo, em mais de cem anos de uso da auto-hemoterapia.  

 

Mas como a autoridade policial depende de uma manifestação da autoridade sanitária, cabe agora à ANVISA determinar a realização de pesquisas dentro dos princípios da medicina baseada em evidências, para no final fornecer um laudo circunstanciado, sério e justo, visando auxiliar o trabalho da polícia. 

 

Será bom, pois o resultado já desconfiamos e acreditamos que dessa pesquisa terá de resultar a liberação do uso da auto-hemoterapia no Brasil e a absolvição daquela casal catarinense. Que, aliás, poderá vir a cobrar depois uma justa indenização por danos morais. 

 

 

Um comentário para “CRIME SEM LEI” 

Jonas Fialho disse:  

13 de maio de 2009 às 16:21  

 

É abuso de poder e ignorância desse delegado Procópio Neto. Num país civilizado, seria sumariamente afastado do cargo e submetido a investigação. 

 

Deixe um comentário 

Seu Nome (obrigatório) 

Email (obrigatório) 

Seu Site (opcional) 

 

 

 

 

 

 

Marcelo    

[ocultar participação]  [voltar]

Comentários


Quero comentar Total de 1 comentários  -  1 nesta página
[primeira < anterior   Página de 1     próxima >  [última]

Quinta-feira, 21 de outubro de 2021 - 05:02:42
 

Nenhum comentário ainda.

 

Webmaster



envie este texto a seus amigos

Busca Saúde
Pesquisa personalizada








Atenção: NÃO USE informações aqui divulgadas para substituir uma consulta médica. Seja prudente, consulte um médico, quando entender necessário, para o correto diagnóstico e eventual tratamento".

[ir para a lista que contém esta participação]
 
  AHT HEMOTERAPIA: Informações & Debate, Depoimentos, Publicações e Vídeos (2007 - 2021)
Fique livre para divulguar informações aqui disponibilizadas.
Agradecemos a citação da fonte.
webmaster@hemoterapia.org