Auto-hemoterapia Informações e debates

            Quem somos

                 auto-hemoterapia o que é? |  informações & debate |  depoimentos |  publicações |  vídeos |  política de privacidade |  pesquisa virtual

ver participações do dia Visitantes: 3.679.968 (início em 30/10/2010)

"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas








Assine a petição
para a Liberação da
Auto-hemoterapia








"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas

Busca Saúde
Loading

 Sobre reações da AH... Tenho notado que a maioria das

Auto-Hemoterapia - Informações e Debate - Ver Opinião - Ver Opinião - Participação
3778
Segunda-feira, 29 de março de 2010 - 13:27:36
200.20.24.78

Sobre reações da AH... 

Tenho notado que a maioria das queixas de efeitos colaterais advindos da prática da Ah seriam: cansaço, sintomas ou mesmo gripes(1) no início do tratamento e em menor escala, uma recidiva da doença a ser combatida no uso da terapia(2). 

Então, baseado no que nos diz o Dr. João Veiga (3), um dos maiores estudiosos do tema Auto-Hemoterapia, podemos afirmar que, entre outros, um dos maiores efeitos da AH no organismo é a maior produção de interferon (4). Esta proteína natural é copiada, pela Medicina, sendo sintetizada e utilizada como tratamento para diversas patologias. Entretanto os efeitos colaterais (5) a tornam válida somente para casos extremos. Na auto hemoterapia pode-se notar a similaridade de efeitos colaterais consoantes o emprego da versão sintética do interferon. Portanto, nota-se mais um indício da eficácia e mecanismo de atuação desta terapia secular... 

Guardando similaridade nos efeitos, podemos dirimir que os paliativos (6) destes efeitos devem ser também os mesmos. 

 

 

1 -  

TESE DE DOUTORADO DE 1924: 

UNIVERSIDADE DO PORTO 

“Com origens que remontam ao século XVIII, a Universidade do Porto é actualmente a maior instituição de ensino e investigação científica de Portugal.” 

 

A AUTO HEMOTERAPIA NAS DERMATOSES: 

SUMÁRIO DAS OBSERVAÇÕES:  

Dermatoses Iniciais Resultado Acidentes Dose Clinicas dos Srs. 

1 Hérpes genital A. R. Curado Crise sudoral 10" Prof. Dr. Luís Viegas  

2 Nevrodermite J. M. Curado Crise sudoral IfjCC Prof. Dr. Luís Viegas  

3 Liquen ruber piano J. B. C. Muito melhorado; ainda em tratamento Não teve acidentes 10" Consulta de Dermatologia  

4 Urticaria J. A. S. Curado Não teve acidentes 3 Vscc Dr. Paulino Ferreira  

5 Urticaria M. F. B. Curado Não teve acidentes irjcc Dr. José Aroso  

6 Urticaria A. R. C. L. Curado Não teve acidentes 5CC Dr. Aureliano Pessegueiro  

7 Urticaria F. T. N. B. Curado Não teve acidentes 4cc Dr. Francisco Moreira  

8 Zona A. M. Curada Não teve acidentes 2" Dr. Ortigão Miranda  

9 Zona A. M. Curada Não teve acidentes 2cc Dr. Aureliano Pessegueiro  

10 Furunculose J. C. V. G. Curado Não teve acidentes lOcc Consulta de Dermatologia  

11 Furúnculo J. P. Curado Não teve acidentes 10" Dr. José Aroso  

12 Antraz M.S. Curada Não teve acidentes 12" Dr. José Aroso  

13 Furúnculo do lábio C. M. Curada Não teve acidentes 8" Dr. José Aroso  

14 Eczema da nuca J. P. C Melhorado; ainda em tratamento Não teve acidentes 10" Consulta de Dermatologia  

15 Eczema do couro cabeludo B. C. V. em tratamento Não teve acidentes 12" Consulta de Dermatologia  

16 Eczematizações A. C. D. • Curado Não teve acidentes 10" Auto-Observação  

17 Prurigo de Hebra N. s. R: Curado Não teve acidentes 12" Consulta de Dermatologia  

18 Prurigo A. J. M. Curado Não teve acidentes 5" Dr. Santos Silva  

19 Prurido ano-vulvar D. M. Curada Não teve acidentes 10" Dr. Couto Soares  

20 Eczema M. G. No mesmo estado Não teve acidentes 20" Dr. José Aroso  

CONCLUSÕES:: 

I - A auto-hemoterapia é um método terapêutico valioso, em numerosas dermatoses, sobretudo nas afecções pruriginosas e furunculoses.  

II - A persistência no tratamento mesmo após a cura é uma causa essencial para se obterem bons resultados, motivo porque se deve elevar o número de injecções para evitar futuras recidivas.  

III - A auto-hemoterapia apresenta sobre os métodos congéneres a vantagem da simplicidade da sua técnica.  

IV - A auto-hemoterapia na quasi totafidade dos casos não tem acidentes e quando os tem são de pouca importância e de pequena duração.  

V - A patogenia da auto-hemoterapia é ainda desconhecida actuando, para a maior parte dos clínicos por o mecanismo da proteinoterapia.  

FONTE : http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-tese.htm  

UNIVERSIDADE DO PORTO: http://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/17607 

 

 

2 - “Hoje, cada vez mais a ciência associa a baixa imunidade ao stress agudo e ao crônico. Pesquisas recentes se dedicam a desenvolver formas de "treinar" as defesas do corpo para enfrentar melhor os inimigos. As vacinas contra o câncer estão entre as principais estratégias. Ao notarem que o organismo leva um certo tempo para combater vírus e bactérias, os cientistas deduziram que o mesmo poderia valer para tumores, ou seja, as pessoas adoecem porque a célula cancerosa se multiplica mais rapidamente do que o corpo consegue combatê-la. Uma das formas estudadas para reverter esse processo consiste em usar o tumor do próprio paciente para estimular suas células de defesa a combatê-lo de forma mais rápida e eficaz. Cada vez mais, os médicos estão associando o sistema imune ao desenvolvimento de doenças típicas da idade, como o câncer.” Fonte: http://veja.abril.com.br/240506/p_100.html 

 

3 - “A colocação de sangue retirado da veia na musculatura (a AH) funciona como um estímulo de neutrófilos, monócitos e linfócitos que se dirigem para o local com a função de limpeza, remove coágulos, bactérias e tecidos lesionados. Os monócitos evoluem para macrófagos que exercem a fagocitose de qualquer substância, bactéria ou tecido residual. Segrega uma série de substâncias (citoquinas e fatores de crescimento) que estimulam mais ainda os neutrófilos para produzir tecido de regeneração e formação de novos vasos(angiogênese), como também a produção local de óxido nítrico, substância importante bacteriana. Além desta ação local, vamos falar assim, os macrófagos estimulam os linfócitos, que liberam as interleucinas e interferon, que são substancias estimuladoras dos linfócitos T e B, outras células do nosso sistema imunológico, este que nos defende de infecções, câncer e outras agressões ao nosso corpo.”  

Dr. João Veiga - cirurgião, membro da Comissão de Trauma do Conselho de Medicina de Pernambuco (Cremepe) e Secretário da Saúde do município de Olinda – PE http://docs.google.com/View?docid=dgmpc7nr_8g4fmgm 

 

 

 

4 - O Interferon, Interferona ou Interferão é uma proteína produzida por todos os animais vertebrados e por alguns invertebrados. O interferon é produzido pelas células do organismo para defendê-lo de agentes externos como vírus, bactérias e células de tumores. 

Os interferons induzem um estado de resistência antiviral em células teciduais não infectadas. O vírus, ao replicar-se, vai ativar o gene codificante do interferon. Após a síntese proteica, a proteína sai da célula e entra na corrente sanguínea, até chegar às células vizinhas que ainda não foram atacadas. A proteína liga-se à membrana celular dessas células e ativa o gene codificante de proteínas antivirais. Estas proteínas virais, por sua vez, vão impedir a replicação do vírus, quando este tentar replicar-se nessas células. Os IFN são produzidos na fase inicial da infecção e constituem a primeira linha de resistência a muitas viroses. Um grupo de interferons (IFNa e IFNb) é produzido por células infectadas por vírus, e um outro grupo (IFNg) é sintetizado por determinadas células ou linfócitos T ativados.  

http://pt.wikipedia.org/wiki/Interferon 

5- Podem acontecer efeitos colaterais, principalmente, uma sensação de estado gripal generalizado, fadiga intensa, depressão, baixa dos glóbulos sangüíneos, dores de cabeça, musculares e articulares e outras alterações neuropsiquiátricas, diferentes em cada paciente. Alguns pacientes não são acometidos de nenhum efeito colateral. A maior parte dos doentes consegue completar o tratamento, mas, em alguns casos, é necessária a redução das dosagens ou a sua descontinuação. http://hepato.com/p_convivendo/o_interferon.html 

 

5 - Tipos de TMO ou transplante de células-tronco hematopoiéticas (TCTH)  

Autólogo : a medula óssea ou as células- tronco são retiradas do próprio paciente, armazenadas e reinfundidas após o regime de condicionamento a fim de eliminar células malignas e reconstituir a medula óssea; 

As células são coletadas( filtradas) do sangue em circulação. As células-tronco a serem transplantadas não são encontradas normalmente na circulação sanguínea e para serem coletadas são primeiramente estimuladas a se multiplicarem na medula óssea, e migram para a circulação. Esse resultado é obtido com a injeção de proteínas chamadas de fatores de crescimento, como o fator estimulador de colônias de granulócitos, ou G-CSF. Esse fator de crescimento é administrado diariamente como uma pequena injeção subcutânea, durante 4 a 5 DIAS E OS SINTOMAS SÃO SEMELHANTES A UMA GRIPE. 

 

 

Fonte: http://www.ameo.org.br/interna2.php?id=27 

 

 

6 - Posso levar uma vida normal enquanto estou tomando Interferon ? 

 

A maioria das pessoas pode continuar vivendo normalmente enquanto está sendo tratada com Interferon. É possível que você tenha de re-programar a sua rotina de atividades diárias, prejudicando o menos possível o seu trabalho. Se seu tratamento com Interferon o deixar muito cansado, convém pensar em ajustar seu horário de trabalho durante algum tempo. Fale francamente com seu empregador sobre suas necessidades. Você pode trabalhar em meio expediente, ou talvez possa fazer algum trabalho em casa.  

 

 

Gravidez e Interferon 

 

Se um dos parceiros, homem ou mulher, estiver tomando Interferon e Ribavirina, a mulher deve tomar todos os cuidados possíveis para não ficar grávida, inclusive até seis meses após a interrupção do tratamento, pois podem acontecer malformações genéticas na criança.  

 

 

O que posso fazer contra náuseas? 

 

Náusea e vômito podem ser controlados ou pelo menos diminuídos. Se você experimentar este efeito colateral, seu médico pode receitar medicamentos que ajudam a combatê-lo. Os conselhos mais populares para combater a sensação de náusea são mastigar gengibre confeitado, ou colocar uma pequena gota de óleo de menta no fim de sua língua, comer pequenas quantidades de comida, de forma freqüente, em vez de poucas e grandes refeições, bolachas secas e chá fraco, e também sorvetes.  

 

 

E se eu perder o cabelo ? 

 

Algumas pessoas experimentam perda de cabelo como um efeito colateral do Interferon, mas isso não acontece em todos os casos. A intensidade da queda de cabelos pode variar de pessoa para pessoa, mas nunca vi alguém ficar totalmente careca.  

O cabelo cresce depois que os tratamentos terminam. Quando seu cabelo começar a crescer novamente, pode ficar mais grosso, mais ondulado, ou mais macio do que antes da sua terapia com Interferon. Perda de cabelo pode acontecer em todas as partes do corpo, não só na cabeça. Cabelo facial, do braço, da perna, e pêlos púbicos podem ser afetados. A perda do cabelo normalmente não acontece imediatamente; mais freqüentemente começa depois de algumas semanas de tratamento.  

 

 

E se sentir fadiga durante o tratamento ? 

 

Fadiga é um sintoma comum na hepatite C, e pode ficar pior enquanto você estiver se tratando com Interferon. Aqui vão alguns conselhos para você se sentir melhor: 

 

- Durma mais à noite e, se puder, tire cochilos durante o dia, de preferência após o almoço. 

- Limite suas atividades: faça apenas as coisas que são de fato importantes para você. 

- Delegue tarefas. Não tenha nenhum medo de pedir ajuda quando precisar. Peça para a sua família e para amigos que ajudem em coisas como cuidar de crianças, compras, serviço doméstico, ou condução. 

- Coma bem, incluindo muitos alimentos saudáveis. 

- Quando estiver sentado ou deitado, levante-se lentamente. Isso ajudará a evitar vertigens. 

- Não fique em pé quando você puder se sentar. 

- Planeje suas atividades. 

- Replaneje tarefas diárias, assim algumas só serão feitas três ou quatro vezes por semana e você terá tempo para descansar a cada dia. 

- Use um carrinho ou cesta para levar coisas de uma parte da casa para outra.  

- Sente-se em um banquinho no banheiro enquanto estiver fazendo a barba ou aplicando maquilagem. 

- Use água morna, e não água quente, ao tomar o seu banho.  

 

Importância da água 

 

É extremamente importante beber toda a água que você puder, enquanto estiver tomando Interferon. Isto não só diminui a severidade dos efeitos colaterais, mas também elimina o perigo de infecções nos rins. Leite, refrigerantes, café ou chá não contam, somente a água é importante.  

 

Acostume-se a levar consigo uma garrafa de água. Se você tiver problemas de acúmulo do líquidos em qualquer parte do corpo, fale com o seu médico, pois ele poderá receitar um diurético adequado.  

 

 

Pacientes alcoólicos e o tratamento com Interferon 

 

Durante o tratamento, não beba absolutamente nada que contenha álcool, pois você poderá colocar a perder o seu esforço. Um estudo no qual foi avaliado o efeito do tratamento monoterápico com Interferon em um grupo de pacientes, divididos em função do consumo do álcool, teve os seguintes resultados: 36% de respostas positivas em pacientes abstêmios, 33% de respostas positivas em pacientes bebendo um copo de vinho ou cerveja por dia, 26% de respostas positivas em pacientes alcoólicos que pararam de beber seis meses antes do tratamento, e 6% de respostas positivas em pacientes alcoolizados durante o tratamento. 

http://hepato.com/p_convivendo/o_interferon.html 

 

Olivares Rocha
44 anos
- RJ

[ocultar participação]  [voltar]

Comentários


Quero comentar Total de 1 comentários  -  1 nesta página
[primeira < anterior   Página de 1     próxima >  [última]

Terça-feira, 29 de setembro de 2020 - 08:44:22
 

Nenhum comentário ainda.

 

Webmaster



envie este texto a seus amigos

Busca Saúde
Pesquisa personalizada








Atenção: NÃO USE informações aqui divulgadas para substituir uma consulta médica. Seja prudente, consulte um médico, quando entender necessário, para o correto diagnóstico e eventual tratamento".

[ir para a lista que contém esta participação]
 
  AHT HEMOTERAPIA: Informações & Debate, Depoimentos, Publicações e Vídeos (2007 - 2020)
Fique livre para divulguar informações aqui disponibilizadas.
Agradecemos a citação da fonte.
webmaster@hemoterapia.org