Auto-hemoterapia Informações e debates

            Quem somos

                 auto-hemoterapia o que é? |  informações & debate |  depoimentos |  publicações |  vídeos |  política de privacidade |  pesquisa virtual

ver participações do dia Visitantes: 4.013.252 (início em 30/10/2010)

"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas








Assine a petição
para a Liberação da
Auto-hemoterapia








"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas

Busca Saúde
Loading

 Prof. Douglas Carrara www.bchicomendes.com EPIDEMIA DE

Auto-Hemoterapia - Informações e Debate - Ver Opinião - Ver Opinião - Participação
2601
Sábado, 11 de julho de 2009 - 10:42:32

Prof. Douglas Carrara 

www.bchicomendes.com  

EPIDEMIA DE GRIPE SUÍNA PODE SER PREVENIDA COM A AUTO-HEMOTERAPIA  

Em épocas de crise, e, em especial a que estamos vivendo neste momento, todos os recursos possíveis para amenizar os efeitos da crise, devem ser buscados e avaliados.  

 

A partir de 2004, os brasileiros tomaram conhecimento do procedimento terapêutico bastante antigo e tradicional no meio médico e veterinário, conhecido como auto-hemoterapia, a partir de um vídeo divulgado na Internet, através do You Tube, contendo uma entrevista com o Dr. Luiz Moura, médico residente no Rio de Janeiro.  

 

Posteriormente o procedimento foi proibido pela ANVISA em 2007, fato que felizmente não impediu que inúmeras pessoas continuassem utilizando o procedimento no tratamento e prevenção de inúmeras doenças, tais como, acne, artrite, asma brônquica, amidalite, gota, gripe e até mesmo diversas doenças auto-imunes. Após a proibição, os pacientes que vinham utilizando a auto-hemoterapia se mobilizaram em sua defesa e elaboraram um abaixo-assinado dirigido ao Presidente da República, solicitando a liberação da prática alegando que se trata de um procedimento terapêutico comprovadamente sem nenhum risco para o paciente e extremamente eficaz na prevenção das doenças de um modo geral, já que se trata de uma vacina inespecífica, capaz de fortalecer o sistema imunológico contra diversas enfermidades, inclusive a gripe, provocada por diferentes modalidades de vírus. 

 

Como o mundo vive um clima de pânico em virtude do risco da gripe suína surgida no México em abril/2009, se transformar numa pandemia mundial semelhante à gripe espanhola de 1918, que, segundo algumas estimativas chegou a 50 milhões de mortes ou à gripe asiática de 1968, consideramos nosso dever reestudar a questão da utilização da auto-hemoterapia no Brasil. A gripe espanhola chegou ao Brasil em outubro de 1918 e permaneceu durante algumas semanas, até o final de novembro, mas foi o suficiente para matar pelo menos 35 mil pessoas, a maioria no Rio de Janeiro e em São Paulo. Segundo os estudiosos e médicos especialistas no mundo inteiro, uma nova pandemia de gripe ocorre mais ou menos a cada 40 anos e a última registrada foi em 1968, a gripe de Hong Kong ou asiática, quando estima-se que morreram cerca de 4 milhões de pessoas no mundo. Portanto 1918 + 50 = 1968 + 40 = 2008. A gripe chegou atrasada, mas já chegou. Não por acaso a Organização Mundial da Saúde (OMS) com o apoio de especialistas de todo o mundo vem alertando desde o final da década de 90 sobre a ameaça de uma pandemia de gripe neste novo século. Acredita-se que, apesar dos atuais recursos na área médica e da melhor condição de saúde da população mundial, a facilidade de transporte e a imensa massa de pessoas que se locomove para cada canto do mundo diariamente serão capazes de disseminar o vírus por todos os continentes em apenas 4 dias.  

 

Levando em consideração que a aplicação preventiva da injeção do próprio sangue do paciente, retirado da veia e aplicado no músculo tem a propriedade de fortalecer o sistema retículo-endotelial (sistema imunológico), já que estimula o organismo a aumentar o índice de macrófagos no sangue de 5% para 22% em 8 horas após a aplicação, mantendo este nível durante 5 dias, consideramos extremamente útil, diante de epidemia de gripe suína, a aplicação da vacina, não somente para brasileiros que vão viajar para o México, como também para mexicanos ainda não atingidos pela gripe, que já atingiu o índice de letalidade de 6%, demonstrando que se trata realmente de uma epidemia de grande gravidade. 

 

Caso a epidemia se espalhe por outros países, o que parece ser uma fatalidade, já que o trânsito diário de pessoas oriundas do México continua e a doença tem um período médio de incubação de 3 a 7 dias, basta um passageiro contaminado pelo vírus, entrar num país, para criar condições para a transmissão do vírus a terceiros e assim sucessivamente. Como somente está prevista uma vacina específica para esta cepa da gripe suína para daqui a 6 meses, até lá a epidemia já terá produzido uma calamidade de grandes proporções.  

 

Por outro lado sabemos também que o vírus influenza, o causador da gripe, em virtude de sua constante mutabilidade, requer a produção de novos medicamentos. Até mesmo a vacina, importante novidade surgida em meados da década de 90, pode vir a ter eficácia reduzida em função da característica da doença de se apresentar a cada inverno com um novo aspecto.  

 

Como se trata de uma emergência, consideramos prudente a aplicação da injeção do sangue retirado da veia do próprio paciente (5 ml.), com um intervalo de 5 dias, para manter o organismo com o índice de macrófagos no sangue em torno de 22%, especialmente se a epidemia realmente se instalar e permanecer durante muito tempo. 

 

Evidentemente não podemos descuidar também da alimentação, que deve ser de boa qualidade, incluindo, verduras, legumes e frutas, especialmente as cítricas e as que possuem grande quantidade de vitamina C, tais como, acerola, kiwi, caju, etc. É claro que, no caso de epidemia, devemos também evitar aglomerações, ambientes fechados, cinemas, teatros, etc, utilizar máscaras de proteção cirúrgica, além de óculos de proteção para os olhos, que também podem absorver o vírus. 

 

E como não existem contra-indicações para o procedimento da auto-hemoterapia, consideramos uma questão humanitária, diante da atual emergência provocada pela gripe suína no México, a revisão da atitude da ANVISA proibindo a utilização da auto-hemoterapia. Principalmente porque se trata de um procedimento de baixo custo que pode ser aplicado pelo pessoal de enfermagem ou até mesmo nas farmácias do país, especialmente nas cidades onde surgirem casos de gripe suína. Esperamos que o bom senso volte a inundar os nossos corações ... 

 

O vídeo com a entrevista com o Dr. Luiz Moura pode ser visualizado em: 

http://www.orientacoesmedicas.com.br/auto_hemoterapia.asp 

 

A técnica de aplicação da auto-hemoterapia pode ser consultada em: 

http://docs.google.com/view?docid=dgmpc7nr_11g7rqfn 

 

Artigo sobre A prática da auto-hemoterapia no Brasil do Prof. Douglas Carrara pode ser lido em:  

http://www.saudelazer.com/index.php?option=com_content&task=view&id=5397&Itemid=49  

Prof. Douglas Carrara  

Antropólogo  

http://www.bchicomendes.com  

djcarrara(arroba)hotmail.com  

 

Fonte: http://www.marica.com.br/2009/2704bchicomendes.htm 

 

Paulo Magalhães
52 anos
- Salvador - Bahia

[ocultar participação]  [voltar]

Comentários


Quero comentar Total de 4 comentários  -  4 nesta página
[primeira < anterior   Página de 1     próxima >  [última]

 Sexta-feira, 17 de julho de 2009 - 19:33:01 

Paulo, boa noite !!! 

 

Não tem nem como comentar. A palavra correta é " EXECUTE-SE ". 

Abraços, Joel 

Joel Martini de Campos
60 anos
- São Paulo - SP

 Sexta-feira, 17 de julho de 2009 - 19:15:53 

ETA BAIANO RETADO, TÔ CONTIGO E NÃO ABRO, CONHEÇO A HEMO DESDE 1968, QUANDO MORAVA EM RECIFE, TIVE NOTÍCIAS NA ÉPOCA, QUE HAVIA UM MÉDICO QUE FAZIA TRATAMENTO NA RAPASEADA QUE TINHA ACNE, UTILIZANDO A HEMO, MAS OS ENGANAVA DIZENDO QUE FAZIA UMA VACINA COM O SANGUE, QUANDO NA VERDADE, RETIRAVA-O E  ... (total de 452 caracteres)

PAULO MUNIZ GONÇALVES
58 anos
- CAMPINA GRANDE - PARAIBA

 Sábado, 11 de julho de 2009 - 20:18:52 

Paulo Magalhães, boa noite !!! 

 

Excelente artigo como sempre. Irei indicar principalmente o LINK dos locais de aplicações que é muito 

importante. Também os outros LINKS serão indicados. Forte abraço, Joel 

Joel Martini de Campos
60 anos
- São Paulo - SP

 Sábado, 11 de julho de 2009 - 12:17:57 

Paulo meu amigo 

Parabens pelas suas pesquisas e pelas suas divulgacões 

 

Eu estava olhando as pesquisas, que vc indicou, e tinha acessado exatamente esta pagina: 

- O Prof. Douglas Carrara, Antropólogo, http://www.bchicomendes.com, djcarrara(arroba)hotmail.com , 

coaduna a mesma idéia que a prof  ... (total de 567 caracteres)

Marcelo    



envie este texto a seus amigos

Busca Saúde
Pesquisa personalizada








Atenção: NÃO USE informações aqui divulgadas para substituir uma consulta médica. Seja prudente, consulte um médico, quando entender necessário, para o correto diagnóstico e eventual tratamento".

[ir para a lista que contém esta participação]
 
  AHT HEMOTERAPIA: Informações & Debate, Depoimentos, Publicações e Vídeos (2007 - 2021)
Fique livre para divulguar informações aqui disponibilizadas.
Agradecemos a citação da fonte.
webmaster@hemoterapia.org