Auto-hemoterapia Informações e debates

            Quem somos

                 auto-hemoterapia o que é? |  informações & debate |  depoimentos |  publicações |  vídeos |  política de privacidade |  pesquisa virtual

ver participações do dia Visitantes: 4.014.910 (início em 30/10/2010)

"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas








Assine a petição
para a Liberação da
Auto-hemoterapia








"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas

Busca Saúde
Loading

 EMAIL ENVIADO POR JOEL MARTINI: SAÚDE Prática

Auto-Hemoterapia - Informações e Debate - Ver Opinião - Ver Opinião - Participação
2205
Sexta-feira, 24 de abril de 2009 - 22:34:19

EMAIL ENVIADO POR JOEL MARTINI: 

 

SAÚDE  

 

Prática ilegal conquista adeptos  

Clínica de massagem atende por semana 500 pessoas em busca da auto-hemoterapia  

 

 

Aline Hanriot 

Aline Hanriot  

 

Médicos não reconhecem procedimento, mas pacientes apostam no método  

 

Há três anos, Victor* adotou a auto-hemoterapia como profissão. A prática consiste em retirar de 5 a 20ml de sangue da veia de uma pessoa e aplicá-lo em seguida no próprio músculo. Segundo o médico Luiz Moura, clínico geral do Rio de Janeiro e disseminador do método, a auto-hemoterapia funciona como um poderoso estímulo imunológico do organismo e pode combater e/ou prevenir diversas doenças. Mas esse procedimento gera polêmica. 

 

O Conselho Federal de Medicina (CFM) proíbe a prática da auto-hemoterapia e a considera ilegal, visto que não há estudos científicos sobre o assunto. A Sociedade Brasileira de Hematologia e Hemoterapia (SBHH) também não a reconhece, pelo mesmo motivo. 

 

Sem formação superior, Victor* diz não temer a proibição, pois acredita nos benefícios do método. "Eu não tenho provas registradas dos efeitos da auto-hemoterapia, são as pessoas que me contam as melhoras que sentem". Mesmo assim, o ex-prático de farmácia prefere manter o anonimato. Ele atende as pessoas em uma pequena sala na cidade como se fosse uma clínica de massagem.  

 

A propaganda é feita boca-a-boca. As pessoas levam o material (seringa e agulha) de cada sessão de auto-hemoterapia e retornam com ele para casa, para não deixarem vestígios na sala. O movimento é intenso. Segundo Victor*, ele recebe em média 500 pessoas por semana. O atendimento é pela manhã, de segunda à sábado. À tarde, quem aplica é outra pessoa. Cada aplicação custa R$10 e deve ser feita semanalmente ou de cinco em cinco dias, depende do caso.  

 

Victor* tem pacientes entre dois e 97 anos, inclusive gestantes. Segundo ele, a maior incidência na "clínica" é de pessoas com casos alérgicos. "Me procuram para tudo. De lupus, asma, câncer, diabetes, doença de crohn, hipertensão a acne". Por questões de segurança e saúde, as pessoas com HIV positivo (Aids) ou hepatite C são atendidas na própria casa.  

 

Victor* garante que a auto-hemoterapia não mata e reconhece que não há cura para as doenças. "A prática minimiza os sintomas e auxilia na recuperação". É o que confirma a paciente Janaína*, que começou as aplicações há dez meses porque sentia dores no corpo inteiro (fibromialgia). Hoje, isso é passado.  

 

O procedimento da auto-hemoterapia é detalhado em um DVD que circula por todo o Brasil. O jornalista Paulo* assistiu ao vídeo e aderiu à prática há um ano e quatro meses. Ele se queixava da má circulação sanguínea e das varizes nas pernas. Hoje ele diz que não sente mais as dores, mas ainda tem as varizes. "A resposta foi imediata, cerca de dois meses depois. Minha qualidade de vida melhorou", atesta. 

 

O primeiro contato de Victor* com a auto-hemoterapia foi há quatro anos. Ele também assistiu ao DVD, indicado por um homem que freqüentava a farmácia onde trabalhava. Victor* começou a fazer as aplicações nas pessoas e nele também. Com o tempo, começou a aumentar a procura pelo método. Após sete meses praticando, ele saiu da drogaria. 

 

O parecer que se encontra na página do Conselho Federal de Medicina, produzido pelo médico Munir Massud, em 2007, foi solicitado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Ele adverte que há riscos na realização do procedimento e critica: "É uma irresponsabilidade, uma panacéia. A auto-hemoterapia está sendo usada para mais de 150 doenças". 

 

A Anvisa considera a prática da auto-hemoterapia uma infração sanitária, estando sujeita às penalidades previstas no item XXIX, do artigo 10, da Lei nº. 6.437, de 20 de agosto de 1977: advertência, apreensão, inutilização e/ou interdição do produto; suspensão de venda e/ou fabricação do produto, cancelamento do registro do produto; interdição parcial ou total do estabelecimento, cancelamento de autorização para funcionamento da empresa, cancelamento do alvará de licenciamento do estabelecimento, proibição de propaganda. 

 

O veterinário Kleber Felizola, formado pela Universidade Federal de Goiás, adotou o procedimento no ano passado. Ele também inseriu o tratamento na própria clínica veterinária, para combater e/ou auxiliar a recuperação dos cães com problemas de pele, câncer, alergias, entre outros. Para o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) a prática é permitida. 

 

Kleber Felizola também indica a auto-hemoterapia antes da operação e no pós-operatório dos animais, para reduzir o risco de infecções. Ele informa que ela é usada como coadjuvante na recuperação, nem sempre é o único tratamento adotado. 

 

A aplicação nos cães custa R$15 e deve ser semanalmente. Ele garante que a auto-hemoterapia não é efeito placebo, como afirmam algumas pessoas. Para o veterinário, o assunto tem que ser estudado. "Faltam evidências científicas na área porque o método não movimenta dinheiro para as indústrias farmacêuticas". 

 

*nome fictício 

 

Publicado em 22/08/2008 

 

FONTE: http://www.iesb.br/moduloonline/napratica/?fuseaction=fbx.Materia&CodMateria=3525 

 

 

Marcelo    

[ocultar participação]  [voltar]

Comentários


Quero comentar Total de 1 comentários  -  1 nesta página
[primeira < anterior   Página de 1     próxima >  [última]

Sexta-feira, 22 de outubro de 2021 - 17:26:29
 

Nenhum comentário ainda.

 

Webmaster



envie este texto a seus amigos

Busca Saúde
Pesquisa personalizada








Atenção: NÃO USE informações aqui divulgadas para substituir uma consulta médica. Seja prudente, consulte um médico, quando entender necessário, para o correto diagnóstico e eventual tratamento".

[ir para a lista que contém esta participação]
 
  AHT HEMOTERAPIA: Informações & Debate, Depoimentos, Publicações e Vídeos (2007 - 2021)
Fique livre para divulguar informações aqui disponibilizadas.
Agradecemos a citação da fonte.
webmaster@hemoterapia.org