Auto-hemoterapia Informações e debates

            Quem somos

                 auto-hemoterapia o que é? |  informações & debate |  depoimentos |  publicações |  vídeos |  política de privacidade |  pesquisa virtual

ver participações do dia Visitantes: 2.563.610 (início em 30/10/2010)

"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas








Assine a petição
para a Liberação da
Auto-hemoterapia








"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas

Busca Saúde
Loading

 “Curar doenças, só se der lucro”, diz deputado.

Auto-Hemoterapia - Informações e Debate - Participação
5197
Quarta-feira, 16 de maio de 2012 - 23:52:42
177.48.130.239

“Curar doenças, só se der lucro”, diz deputado. Auto-hemoterapia é proibida pelo Governo Federal, pois custa uma seringa de aplicar injeção  

 

Excelentíssimo Senhor deputado federal dr. Rosinha: 

 

Destino esta carta ao senhor e seus leitores, razão pela qual a publico e informo seu endereço eletrônico dep.dr.rosinha@camara.gov.br, o endereço para correspondência e bibliografia (estas ao pé deste texto). 

 

A auto-hemoterapia cura ao aumentar a imunidade em quatro vezes, como se verá neste texto. 

 

A citação é a propósito de seu artigo com o título “Curar doenças, só se der lucro”, publicado no endereço http://congressoemfoco.uol.com.br/opiniao/colunistas/curar-doencas-so-se-der-lucro/ Congresso Em Foco é, certamente, um dos melhores e mais respeitados jornais deste país, sempre a serviço dos brasileiros. A publicação de sua autoria é importante, mas é preciso que se agregue algo: o Governo Federal, através da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), impede o acesso dos brasileiros a esta técnica fantástica que aumenta a imunidade e cura.  

 

Seguem os comentários abaixo com uma convocatória, que faço como brasileiro, para que o senhor, com sua autoridade parlamentar e de médico, se confronte com a Anvisa, que produziu e editou a “NOTA TÉCNICA 001/2007/GESAC/GGSTO/ANVISA” publicada em http://www.anvisa.gov.br/divulga/informes/2007/130407.htm , proibindo a prática da auto-hemoterapia. 

 

O texto da Anvisa nesta Nota Técnica fere a Constituição Federal. Pois a auto-hemoterapia pode curar milhões de brasileiros, inclusive das doenças que o senhor cita no referido artigo (“... Exemplo de doenças consideradas negligenciadas: malária, doença de Chagas, leishmaniose e doença do sono”). 

 

Sugiro fazer parceria com o senador Eduardo Suplicy, de seu partido o PT, para recorrer à própria presidente Dilma para determinar que cessem imediatamente os efeitos da Nota Técnica nº 1/2007/ Anvisa, deletérios para milhões de brasileiros. 

 

Também como brasileiro, peço ao parlamentar e médico que atue junto ao Conselho Federal de Medicina (CFM) para que tal adote medidas para tornar sem efeito o PARECER CFM Nº12/07, no endereço http://www.portalmedico.org.br/pareceres/cfm/2007/12_2007.htm O CFM, no “Jornal Medicina”, publicado pelo CFM, veicula em sua edição Nº 167, de dezembro de 2007, que a “Auto-hemoterapia não tem eficácia comprovada”.  

 

Este parecer é, provadamente, nulo de pleno direito, infantil, tendencioso, vulgar, como prova o jornalista Walter Medeiros no artigo “PELO FIM DE UMA AGRESSÃO À ARTE DE CURAR”, publicado no site do Supremo Tribunal Federal (STF) http://www.rnsites.com.br/audiencia_stf.doc  

 

Já o médico dr. Jorge Martins Cardoso, como tantos outros profissionais de medicina, prova cientificamente, entre outros textos em “"PARECER DO CFM SOBRE AHT É 'ANENCÉFALO'". Prova que o parecer do CFM afronta a Ciência. O conjunto da esclarecedora e demolidora série de artigos do médico está publicado no e-book (em construção), com o título “Auto-Hemoterapia, Dr. Fleming e os antibióticos” nos endereços  

 

Auto-Hemoterapia, Dr. Fleming e os antibióticos...(I a 50)  

 

http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/autohemoterapia_dr_fleming_1_a_50.html 

http://autohemoterapia.orgfree.com/autohemoterapia_dr_fleming_1_a_50.html 

 

http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/autohemoterapia_dr_fleming_1_a_50.pdf 

http://autohemoterapia.orgfree.com/autohemoterapia_dr_fleming_1_a_50.pdf 

 

Auto-Hemoterapia, Dr. Fleming e os antibióticos...(51 a 100)  

 

http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/autohemoterapia_dr_fleming_51_a_100.html 

http://autohemoterapia.orgfree.com/autohemoterapia_dr_fleming_51_a_100.html 

 

http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/autohemoterapia_dr_fleming_51_a_100.pdf 

http://autohemoterapia.orgfree.com/autohemoterapia_dr_fleming_51_a_100.pdf 

 

Os argumentos para uma postura decisiva deste parlamentar são apresentados a seguir. 

 

Com a certeza do cumprimento do dever, atenciosamente, 

 

Ubervalter Coimbra, 

Jornalista.  

 

---------------------------------------------------------------------------------  

 

1) O que é auto-hemoterapia? A resposta é dada em artigo pelo dr. Luiz Moura, médico brasileiro, 87 anos, de lucidez a toda prova. 

 

“É um recurso terapêutico de baixo custo, simples, que se resume em retirar sangue de uma veia e aplicar no músculo, estimulando assim o Sistema Retículo-Endotelial, quadruplicando os macrófagos em todo organismo.  

 

SUMÁRIO  

 

A técnica é simples: retira-se o sangue de uma veia comumente da prega do cotovelo e aplica-se no músculo, braço ou nádega, sem nada acrescentar ao sangue. O volume retirado varia de 5ml a 20ml, dependendo da gravidade da doença a ser tratada. O sangue, tecido orgânico, em contato com o músculo, tecido extra-vascular, desencadeia uma reação de rejeição do mesmo, estimulando assim o S.R.E. A medula óssea produz mais monócitos que vão colonizar os tecidos orgânicos e recebem então a denominação de macrófagos.  

 

Antes da aplicação do sangue, em média a contagem dos macrófagos gira em torno de 5%. Após a aplicação a taxa sobe e ao fim de 8h chega a 22%. Durante 5 dias permanece entre 20 e 22% para voltar aos 5% ao fim de 7 dias a partir da aplicação da auto-hemoterapia. A volta aos 5% ocorre quando não há sangue no músculo.  

 

As doenças infecciosas, alérgicas, auto-imunes, os corpos estranhos como os cistos ovarianos, miomas, as obstruções de vasos sangüíneos são combatidas pelos macrófagos, que quadruplicados conseguem assim vencer estes estados patológicos ou pelo menos, abrandá-los. No caso particular das doenças auto-imunes a autoagressão decorrente da perversão do Sistema Imunológico é desviada para o sangue aplicado no músculo, melhorando assim o paciente.  

 

1. HISTÓRICO  

 

Em 1911, F. Ravaut registra: modo de tratamento auto (uno mismo, haima – sangra) empregado em diversas enfermidades infecciosas, em particular na febre tifóide e em diversas dermatoses. Ravaut usa a auto-hemoterapia em certos casos de asma, urticária e estados anafiláticos (dicionário enciclopédico de medicina, T.1 de L. Braier).  

 

Em 1941 o Dr. Leopoldo Cea, no Dicionário de Términos Y Expressiones Hematológica, pg 37, cita: auto-hemoterapia, método de tratamento que consiste em injetar a um indivíduo cierta cantidad de sangre total (suero Y glóbules) tomada de este mismo indivíduo.  

H. DOUSSET – AUTO-HEMOTERAPIA – Técnicas indispensáveis. É útil em certos casos para dessensibilizações – 1941.  

Stedman – Dicionário Médico – 25ª edição – 1976 – pág 129 – Auto-hemotherapy – auto-hemoterapia – tratamento da doença pela retirada e reinjeção do sangue do próprio paciente.  

1977 – Index Clínico – Alain Blacove Belair – auto-hemoterapia – terapêutica de dessensibilização não específica.  

 

Entretanto foi o professor Jesse Teixeira que provou que o S.R.E era ativado pela auto-hemoterapia em seu trabalho publicado e premiado em 1940 na Revista Brasil – Cirúrgico, no mês de Março. Jésse Teixeira provocou a formação de uma bolha na coxa de pacientes, com cantárida, substância irritante. Fez a contagem dos macrófagos antes da auto-hemoterapia, a cifra foi de 5%. Após a auto-hemoterapia a cifra subiu a partir da 1ª hora chegando após 8 horas a 22%. Manteve-se em 22% durante 5 dias e finalmente declinou para 5% no 7º dia após a aplicação.  

 

2. A AÇÃO TERAPÊUTICA DA AUTO-HEMOTERAPIA  

 

Entre 1943 e 1947, quando cursava a Faculdade Nacional de Medicina apliquei a auto-hemoterapia cumprindo ordem de meu pai, Professor Pedro Moura, nos pacientes que ele operava na Casa de Saúde S. José no Rio de Janeiro. A primeira aplicação era feita na residência do paciente e a 2ª, 5 dias depois na Casa de Saúde no quarto do paciente e era sempre de 10ml.  

 

A finalidade da aplicação era evitar infecção ou outra complicação infecciosa pulmonar, já que a anestesia na época era em geral com éter que irritava bastante os pulmões. O cirurgião geral, Dr. Pedro Moura adotou este método face ao sucesso do Professor Jesse Teixeira, que registrou em 150 cirurgias as mais variadas, 0% de complicações infecciosas post-operatórias em 1940.  

 

Depois de formado continuei a aplicar a auto-hemoterapia apenas em casos de acne juvenil e algumas dermatoses de fundo alérgico. Entretanto, devo ao Dr. Floramante Garófalo, em 1976, quando este tinha então 71 anos, o conhecimento que resultou em mais abrangência da ação terapêutica da auto-hemoterapia. Em março de 1976 o Dr. Garófalo queixou-se de fortes câimbras em sua perna direita quando caminhava mais de 100 metros.  

 

Sugeri ao colega que procurasse o angiologista, Dr. Antonio Vieira de Melo. Este decidiu fazer arteriografia da femural direita sendo constatada obstrução de cerca de 10cm ao nível do terço médio da coxa direita. O angiologista disse ao Dr. Garófalo que resolveria o problema com uma prótese que substituiria o segmento da artéria femural obstruída.  

 

O Dr. Garófalo disse ao angiologista: “não quero me tornar um homem biônico, amanhã terei outra artéria obstruída e terei que colocar novas próteses. Vou resolver o problema com a auto-hemoterapia”. Eu então me ofereci para fazer as aplicações. Durante 4 meses, de 7 em 7 dias aplicava 10ml de sangue no Dr. Garófalo que então decidiu se submeter à nova arteriografia de femural direita, já que podia caminhar normalmente, porém o Dr. Antonio Vieira de Melo acreditava que era impossível que a artéria estivesse livre da obstrução atribuindo a melhora à sugestão. Repetida a arteriografia, não havia mais nenhuma obstrução na femural direita. Foi então que o Dr. Garófalo me presenteou com os trabalhos de Jésse Teixeira, de 1940 e de Ricardo Veronesi, de 1976. O estímulo do S.R.E comprovado por Jésse Teixeira e as ações deste bem explicados no trabalho de Ricardo Veronesi explicavam a desobstrução da artéria femural de  

Garófalo e abriam um enorme campo no tratamento das doenças auto-imunes.  

 

Em setembro de 1976 internou-se na Clínica Médica do Hospital Cardoso Fontes uma paciente cujo diagnóstico foi esclarecido pela consultora dermatológica da Clínica, Dra. Ryssia Alvares Florião. Feitas as biópsias nas mamas, abdômen e coxa de A.S.O. (F) – 52 anos, encaminhadas estas à patologista do Hospital, Dra. Glória de Morais Patello, o diagnóstico foi: esclerodermia, fase final.  

 

A Dra. Ryssia que tinha sido residente em Clínica Dermatológica nos Estados Unidos da América, em Nova York para onde convergiam os pacientes com E.S.P., disse que pouco podia fazer pela paciente, pois aquela Clínica era nada mais que um depósito de esclerodérmicos"” . Iniciei o tratamento da paciente com E.S.P., no dia 10/09/1976. Para provocar o desvio imunológico e assim aliviar a paciente apliquei 5ml de sangue em cada deltóide e 5ml em cada glúteo, de 5 em 5 dias.  

A paciente já não caminhava há 8 meses e não deglutia sólidos, só líquidos, devido a estenose do esôfago. Dia 10/10/1976 a paciente saía andando do Hospital, com alta melhorada assinada pela Dra. Ryssia.  

 

A paciente continuou o tratamento com a dose reduzida para 10ml de sangue por semana. Em maio de 1977 a paciente A.S.O. foi reinternada para avaliação, sendo constatada grande melhora em relação ao dia 10/10/1976 quando teve alta no ano anterior.  

 

Surgiu na ocasião um concurso patrocinado pelo Laboratório Roche – Hospital Central da Aeronáutica. Redigimos então um trabalho minuciosamente documentado tanto com exames complementares como também com fotografias em slides da paciente em setembro de 1976 e  

maio de 1977. O concurso cujo tema era originalidade não publicou o trabalho.  

 

A partir deste caso em que a auto-hemoterapia comprovou ser poderosa arma terapêutica em doenças auto-imunes passei a aplicá-la também em doenças alérgicas com excelente resultado. Apresentarei resumidamente alguns casos que merecem destaque:  

1980 - M. das G.S. – 28 anos, funcionária da Petrobrás. Diagnóstico esclerodermia sistêmica progressiva – Decisão da chefia médica da Petrobrás – aposentar a paciente. Há 22 anos vem se tratando com a auto-hemoterapia. Está assintomática e deverá se aposentar em 2005  

por tempo de serviço.  

1980 - G.S.C (F) 55 anos – Diagnóstico – MIASTENIA GRAVIS pelo Instituto de Neurologia – Av. Pasteur – RJ. A paciente atualmente, embora com a doença, vive normalmente, toma ônibus. É a única paciente que sobrevive entre aquelas diagnosticadas em 1980 como miastenia gravis, no Instituto de Neurologia.  

1982 - J da SR (M) 30 anos – diagnóstico – Doença de CROHN – Tratou-se com a auto-hemoterapia de 10ml semanais durante 1 ano. Até a data atual nenhum sintoma teve da moléstia que o acometeu em 1982.  

1990 - M. da RS (M) 22 anos – Doença de CROHN – Curiosamente a moléstia começou após o paciente ser assaltado, quando na ocasião fazia o vestibular para Odontologia. Prescrevi a auto-hemoterapia que foi aplicada pelo próprio pai do paciente. Até hoje assintomático.  

1997 - RS (F) 35 anos – Diagnóstico – L.E.S – A auto-hemoterapia permitiu à paciente ter vida normal, viajando para o exterior com crianças de rua que ela ensina a bailar.  

Em 1978, minha filha que vive na Espanha tinha ovários policísticos, não ovulava, era estéril. Solicitei ao Dr. Pedro – ginecologista e obstetra – que fizesse a auto-hemoterapia de 10ml semanais.  

Após 6 meses ela engravidou, e repetido o exame com insuflação tubária, já não haviam mais cistos. O Dr Pedro fez o parto de meus netos, um casal hoje com 20 e 21 anos respectivamente e prosseguiu aplicando DIU ao longo de 20 anos a fim de evitar gravidez indesejada.  

1990 - M.D.C. – 24 anos (F) – A paciente começou a apresentar petequias e epistaxis freqüentes. Quando apresentou otorragia foi encaminhada a um hematologista que diagnosticou como púrpura  

trombocitopênica. Durante 6 meses foi tratada com corticoesteróides em altas doses, até que estes não mais surtiram efeito e as plaquetas baixaram para 10.000mm 3 de sangue. O hematologista decidiu usar quimioterápico conseguindo a elevação das plaquetas para níveis quase normais durante 2 meses. Os quimioterápicos não surtiram mais efeito e a paciente foi encaminhada para um cirurgião para se submeter à esplenectomia. A paciente se recusou quando o cirurgião não garantiu que o fígado assumiria a função do baço. A paciente me procurou e eu mandei aplicar a auto-hemoterapia. As plaquetas se normalizaram, a paciente depois teve mais 2 filhos, e  

vive vida normal com o seu baço.  

1982 - M – (F) – A paciente aluga cavalos para turistas em Visconde de Mauá. Foi picada por uma aranha armadeira em sua perna direita, que gangrenou, ficando exposta a tíbia. Foi internada na Sta. Casa de Rezende onde foi decidida a amputação. Já na mesa de cirurgia a paciente decidiu que não aceitava a amputação da perna, como preconizava o Instituto Butantã para estes casos. Assinou termo de responsabilidade e foi liberada. Procurou-me e eu instituí a auto-hemoterapia e a lavagem da ferida com solução de cloreto de magnésio como fazia Pierre Delbet, cirurgião na guerra de 1914 a 1918. Em 20 dias a paciente estava curada, trabalhando com sua perna até hoje.  

 

Esperamos que a Medicina Complementar através de sua Revista divulgue uma técnica terapêutica que muito pode fazer para, pelo menos, aliviar o sofrimento do ser humano”.  

 

Este texto foi publicado em 13/02/2006. Está, revisado, em http://www.rnsites.com.br/aht_luiz_moura.pdf  

 

------------------------------------------------------------------------------------------- 

Embasa o artigo do dr. Luiz Moura, o artigo do dr. Jésse Teixeira “AUTOHEMOTRANSFUSÃO - Complicações Pulmonares Pós-Operatórias”, trabalho publicado na revista científica BRASIL-CIRÚRGICO, Órgão oficial da Sociedade Médico-Cirúrgica do Hospital Geral da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, vol. II, março de 1.940, número 3, páginas 213 - 230. ver em http://www.orientacoesmedicas.com.br/AUTOHEMOTRANSFUSAO_Dr_Jesse_Teixeira_1940.pdf  

 

E, também, o artigo publicado no "The American Journal of Surgery" (May, 1936 - pág.321), intitulado "Autohemotransfusion in Preventing Postoperative Lung Complications" e assinado por Michael W. Mettenletter (cirurgião do Pós-Graduate Hospital, de Nova York).  

Michael W. Mettenleiter, M.D., F.A.C.S.  

Instrutor em cirurgia, Pós Graduado pelo Hospital Escola de Nova York  

Nova York  

...”, publicado em português em http://docs.google.com/Doc?id=dgmpc7nr_4f2d96z E, em inglês em http://www.rnsites.com.br/Autohemotransfusion.pdf 

----------------------------------------------------------------------------- 

 

Vídeo com a entrevista com o Dr. Luiz Moura sobre auto-hemoterapia, duração de 2h37`55” em vídeo no seguinte endereço:  

 

http://video.google.com/videoplay?docid=-4554320633785209094&q=auto+hemoterapia&ei=Og5qSJ_DDpGErgK1uuSMDA#  

 

Transcrição do vídeo do dr. Luiz Moura no endereço http://docs.google.com/Doc?id=ddq5qwkp_60fq37qknv  

 

A tradução para o inglês da transcrição do vídeo do dr. Luiz Moura está em  

http://docs.google.com/Doc?id=ddq5qwkp_61gg74q3gs Versão em inglês, em PDF:  

http://www.scribd.com/doc/35482665/Autohemotherapy-English-Translation-Version-2-2-Sept-2009 e http://pdfcast.org/pdf/autohemotherapy-english-translation-version-2-2-sept-2009  

 

A tradução para o espanhol da transcrição do vídeo do dr. Luiz Moura está em  

http://www.orientacoesmedicas.com.br/opiniao_integra.asp?cdg=4387&u=4291  

 

e: http://pdfcast.org/pdf/autohemoterapia-contribucion-para-la-saude-espanol  

 

http://www.scribd.com/doc/35519632/Autohemoterapia-Contribucion-para-La-Salud-Espanol  

 

Em http://www.youtube.com/AHTespanol e http://www.youtube.com/smilersun , o vídeo do dr. Luiz Moura tem subtítulos em espanhol  

 

AutoHemoterapia, conversa com Dr. Luiz Moura, em português, com subtítulos em inglês, parte 1: http://videolog.uol.com.br/LuizFernandoSarmento/videos/483554  

AutoHemoterapia, conversa com Dr. Luiz Moura, em português, com subtítulos em inglês, parte 2: http://videolog.uol.com.br/LuizFernandoSarmento/videos/482800  

AutoHemoterapia, conversa com Dr. Luiz Moura, em português, com subtítulos em inglês, parte 3: http://videolog.uol.com.br/LuizFernandoSarmento/videos/482803  

AutoHemoterapia, conversa com Dr. Luiz Moura, em português, com subtítulos em inglês, parte 4: http://videolog.uol.com.br/LuizFernandoSarmento/videos/483531  

 

 

------------------------------------------------------------------------------------------  

 

2) O dr. Luiz Moura em seu DVD explica como funciona o sistema imunológico, se baseando no que ensinou o cientista Ricardo Veronesi (texto publicado em 1976):  

 

“... As principais funções do sistema R-H são:  

1) Clearance (limpeza) de partículas estranhas provenientes do sangue ou dos tecidos (inclusive células neoplásicas), toxinas e outras substâncias tóxicas.  

2) Clearance de esteróides e sua biotransformação.  

3) Remoção de microagregados de fibrina e prevenção de coagulação intravascular.  

4) Ingestão do antígeno, seu processamento e ulterior entrega aos linfócitos B e T  

5) Biotransformação e excreção do colesterol.  

6) Metabolismo férrico e formação de bilibirrubina.  

7) Metabolismo de proteínas e remoção de proteínas desnaturadas.  

8) Destoxificação e metabolismo de drogas.  

 

Respondendo por tantas e tão importantes funções, fácil é de se entender o papel desempenhado pelo sistema R-H no determinismo favorável ou desfavorável de processos mórbidos tão variados como sejam os infecciosos, neoplásicos, degenerativos e auto-imunes.  

 

Defeitos do sistema imunológico e sua importância na Patologia Humana Doenças infecciosas e parasitárias.  

 

Quando o organismo humano ou animal é agredido por agentes infecciosos ou parasitários, é acionado o sistema imunitário, em seus vários compartimentos, a fim de destruir ou neutralizar o agressor. Tanto a imunidade mediada por células, como a mediada por anticorpos, complementadas ao final pelos macrófagos, são movimentadas para impedir a ação patogênica do agente invasor.  

 

Conforme a natureza do agente etiológico, variará o setor mais importante de defesa, ora sendo os anticorpos humorais (como, por exemplo, o polivírus), ora os anticorpos secretórios (IgA), ora a imunidade mediada por células complementadas pela fagocitose dos macrófagos e dos micrófagos (polimorfonucleares neutrófilos).  

 

Além dos anticorpos, são movimentados outros elementos humorais com capacidade de neutralizar os vírus ou, indiretamente, favorecer ou auxiliar a ação dos elementos de defesa do sistema imunitário. Assim, são produzidas, pelos linfócitos T, 24 linfocinas, entre elas, o interferon, o M.I.F., as linfotoxinas, a IgA.  

...” . 

 

Obs: Quando publicou este artigo, Ricardo Veronesi era professor de Doenças Infecciosas e Parasitárias da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo; membro do Comitê de peritos em doenças bacterianas da Organização Mundial de Saúde;...  

 

Endereços do texto acima  

http://www.orientacoesmedicas.com.br/Imunoterapia_Dr_Ricardo_Veronesi_1976.pdf e http://www.rnsites.com.br/artigo_ricardo_veronese.pdf 

 

------------------------------------------------------------------------------------------  

 

3) A auto-hemoterapia é uma técnica de prevenção e cura cuja eficácia contra a malária está cientificamente comprovada desde 1941. Mesmo assim é desprezada pelo Ministério da Saúde do Brasil, da mesma maneira, digamos, esquecida e abandonada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Apesar de cerca de 90% dos óbitos ocorrem na África, 92% deles de crianças com menos de cinco anos.  

 

"Em 1941 o Filipino Dr. Eutiquiano Cuyugan tratou approx. 40 pacientes de malária como segue: Sangue (10 cc) era tirado do braço, posto em um prato de cultura para 2-3 mins. (rodou um pouco para manter coagulação até mesmo), & injetou no músculo de nádega do mesmo paciente. Depois de 8-10 horas o local de injeção ficou vermelho. Depois que 1 dia os calafrios cessaram mas a febre permaneceu. Mais de 2-3 dias, febre diminuiria e então desapareceria. Pelos 4º dia pacientes já poderia retomar geralmente atividade normal. Uma dose de cerca de 3cc não era efetiva para um paciente de 10anos de idade mas uma dose subseqüente de cerca de 5cc era. O filho Roberto de Cuyugan executou o procedimento em outros e ele acredita ser seguro, enquanto questionado o possível uso contra AIDS.". 

 

O texto acima é tradução eletrônica de texto publicado pelo PhD Stuart Hale Shakman, diretor executivo do Instituto de Ciências de Santa Mônica, Califórnia, nos Estados Unidos da América (USA). É autor de uma das principais referências sobre a auto-hemoterapia em inglês, agora disponível em português, “Auto-Hemoterapia Manual de Referência: Autoblood - A Picada Magica - Revisão Definitive Guide & Históricos de sangria às células-tronco”. No endereço http://instituteofscience.com/autohemo.html 

 

------------------------------------------------------------------------------------------  

 

4) ARTIGO DE INVESTIGAÇÃO 

 

Tratamento da Esclerodermia doença auto imune através da auto-hemoterapia: um estudo de caso clínico  

Treatment of scleroderma autoimmune disease usingautohaemotherapy: a clinical case study 

 

Telma Geovanini* 

Manoel Mozart Corrêa Norberto** 

... Em http://www.esenfc.pt/rr/admin/conteudos/downloadArtigo.php?id_ficheiro=261&codigo= 

 

------------------------------------------------------------------------------------------  

 

 

5) A auto-hemoterapia é uma técnica de amplo uso e lastreada em vasta literatura científica. 

 

a) Como, em alemão:  

Praxis der Eigenbluttherapie‎, Harald Krebs - 2007 - 166 páginas no endereço http://books.google.com.br/books?id=v9VCpONbKswC&printsec=frontcover&dq=eigenbluttherapie&cd=1#v=onepage&q=&f=false 

 

 

b) em francês: 

 

“Autohémothérapie locale dans l'angiodermite nécrotique: étude pilote”, de 2005, original no endereço http://www.em-consulte.com/article/155339 

 

c) em inglês:  

 

Autohemotherapy Reference Manual Definitive Guide and Historical Review From Bloodletting to Stemcells - A technical report by S. Hale Shakman, 1ª edição, 296 páginas, 1998. Shakman, PhD, é diretor executivo do Instituto de Ciências de Santa Mônica, Califórnia, USA. No endereço http://instituteofscience.com/books.html 

 

Ainda do dr. Shakman: “... As características de segurança, baixo custo e eficácia imediata da auto-hemoterapia, indicam sua grande utilidade contra um espectro enorme de doenças, onde o organismo invasor ou causador se dissemina através do sangue, sem levar em conta ou independentemente da origem ou da identidade do organismo causador, incluindo malária, ebola e aids (Foi indicada a aplicação intramuscular, de auto-hemoterapia, conforme resultados obtidos, favoravelmente, contra a malaria e a Aids, como forma alternativa). ...”, no endereço AUTO-HEMOTERAPIA - A PICADA MÁGICA?, disponível em http://docs.google.com/Doc?id=dgmpc7nr_6cfwmvb 

 

------------------------------------------------------------------------------------------  

 

6) Existem variações da técnica clássica, feita pelos jogadores Beckenbauer (da seleção alemã, depois técnico) (citado pelo dr. Luiz Moura) e Zidane, da seleção francesa de futebol. 

 

"Técnicas derivadas da auto-hemoterapia clássica, esta tão bem explicada pelo dr. Luiz Moura.  

"Plasma Rico em Plaquetas (PRP)” como se vê na Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, vol.33 no.1 Rio de Janeiro Jan./Feb. 2006. No endereço http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-69912006000100007&script=sci_arttext  

 

“O PRP, que consiste na injeção do próprio sangue do atleta nas áreas atingidas, acelera a cura de traumas e lesões em músculos e tendões” http://busca.globo.com/Busca/?query=Plasma%20Rico%20em%20Plaquetas mostra várias reportagens sobre o tema. 

Quem faz? Ronaldinho fenômeno, jogador, Cláudia Raia, Tarcisio Meira e esposa, etc. 

Ver em "DOPING 

Técnica aprovada  

 

Novidade na lista de substâncias proibidas que a Agência Mundial Anti-doping divulgará em breve. O plasma rico em plaquetas será liberado para uso em atletas, a partir de 1º de janeiro de 2011. O tratamento consiste em injetar nas lesões uma concentração de células reparadoras extraída do próprio sangue da pessoa. O PRP cicatrizante já foi usado por artistas como Claudia Raia, Glória Menezes e Tarcísio Meira." 

 

Está no endereço http://www.istoe.com.br/colunas-e-blogs/coluna/paginar/101555_FICOU+PIOR/2 

 

Vídeo em http://www.youtube.com/watch?v=qOTdaKuDyu4 

----------------------------------------------------------------------------------------- 

Outra técnica derivada da auto-hemoterapia clássica: Ozonioterapia. Ver no endereço da Associação Brasileira de Ozonioterapia (ABOZ) http://www.aboz.org.br/Web/secoes_site.asp?id=7  

Famosos que fazem: Pelé e Pepeu Gomes.  

 

Ver em http://www.vooz.com.br/noticias/pepeu-gomes-e-pele-fazem-tratamento-contra-envelhecimento-28115.html 

 

----------------------------------------------------------------------------------------- 

 

Auto-hemoterapia na Homeopatia. Ver no endereço http://www.escoladehomeopatia.org.br/ lê-se em uma de suas páginas:  

"Licínio Cardoso (RJ)  

Em 1923 cria a isopatia sanguínea ou auto-hemoterapia por via ...”  

------------------------------------------------------------------------------------------- 

 

Há, ainda, a auto-hemoterapia a partir do método criado pelo dr. Jorge González. O site da Associação Mexicana para o Diagnóstico e Tratamento das Doenças é http://autohemoterapia.com/ e e, dos argentinos, http://autohemoterapia.4t.com/ 

 

No site são ensinadas as doses de auto-hemoterapia em crianças (até em lactantes).  

 

------------------------------------------------------------------------------------------- 

 

Outra técnica derivada da auto-hemoterapia clássica: Tampão Sanguíneo Peridural  

“Nota de esclarecimento  

Em face de falha na redação do artigo “Auto-hemoterapia não tem eficácia comprovada” no Jornal Medicina (XXII, 167, DEZ/2007, p.11), esclarecemos que o procedimento terapêutico denominado “tampão sangüíneo peridural” é cientificamente amparado por relevante literatura médica e remetemos o leitor ao texto que trata dessa matéria no Parecer CFM 12/07.”  

 

O texto citado acima está na página do editorial do jornal do Conselho Federal de Medicina (CFM) http://www.portalmedico.org.br/JORNAL/Jornais2008/Jan/pag5.html  

 

 

Veja ainda: "Tampão Sangüíneo Peridural: Um Método a Ser Absolvido", transcrito no endereço www.rnsites.com.br/tsperidural.pdf 

 

-----------------------------------------------------------------------------  

 

7) Auto-hemoterapia e genética 

 

a) Em “AUTOHEMOTERAPIA - A PICADA MÁGICA? 

 

Uma Tecnologia Avançada - A Agulha Hipodérmica 

 

Perspectiva, Ação, Escopo, Freqüência”,  

S. Hale Shakman.  

 

Cita o autor: “... Em 1935, um relatório apontando resultados favoráveis contra a hemorragia cerebral (derrame), garantia que a autohemoterapia era totalmente indicada como prevenção em casos com disposição hereditária de pressão alta. ...” . Em https://docs.google.com/Doc?id=dgmpc7nr_6cfwmvb&pli=1  

 

b) Data: 18/03/2008  

Auto-hemoterapia produz células tronco  

 

“ Estudo localiza célula-tronco adulta em vaso sanguíneo” em http://www.estadao.com.br/noticias/geral,estudo-localiza-celula-tronco-adulta-em-vaso-sanguineo,142106,0.htm  

 

 

Entrevista de médico 

 

O médico Luiz Mattoso tem três especialidades médicas: homeopatia, ginecologia e obstetrícia. Dá consultoria na capital paulista. Praticava auto-hemoterapia, mas teve de interromper o atendimento para respeitar, segundo ele, a proibição do Conselho Federal de Medicina.  

“... P- O senhor tem mais alguma coisa para acrescentar a esse respeito?  

R- Sim. Quero deixar minha impressão a este respeito. Infelizmente, a aht foi proibida pelo Conselho Federal de Medicina. 

A aht, para mim, representa o estímulo de despertar em milhares de células tronco inteligentes, existentes no sangue venoso, que de 5 em 5 dias, quando injetado no músculo, promove uma reação de corpo estranho, limpeza e reparação de tudo que se encontra errado em nossas células, com o auxílio de células chamadas de macrófagos, e estes inteligentes macrófagos, irão descobrir os erros de divisão celular e corrigir passo a passo a formação de anticorpos, anti-anticorpos, de elementos anti-autoimunes, de células anti-cancerosas, substâncias estranhas, reparando passo a passo os erros, de uma forma leve, suave e duradoura. Em resumo, a meu ver a aht é uma terapêutica que promove o estímulo de células tronco inteligentes. ...”. 

http://www.magaweb.com.br/pordosol2/index.php?option=com_content&view=article&id=349:auto-hemoterapia-medico-paulista-garante-que-auto-hemoterapia-previne-contra-gripe-suina-marcio-fonseca-mata&catid=54:edicao-14&Itemid=59 

 

c) Algumas informações sobre o fato acima, com depoimentos de pessoas que sofrem doenças genéticas ou com recuperação que mostra atuação da técnica em áreas como o sistema nervoso:  

 

AUTO-HEMOTERAPIA CURA DOENÇA GENÉTICA NO FÍGADO  

 

http://www.youtube.com/watch?v=rfueFFX05hI  

 

Meu nome é Tales A. Mendonça, nasci com um deficiência genética no fígado, o qual não produz certos tipos de enzimas, dessa forma, não metaboliza bem certos tipos de alimentos. 

 

Passei mal todos os dias da minha vida até completar 23 anos de idade, foi quando conheci a auto-hemoterapia. Fiz um tratamento por 4 anos, aplicando 10 ml de sangue 1x por semana. 

 

Antes da auto-hemoterapia eu tomava 4 tipos de remédios diários, mais 2 injeções por semana, no fígado, para ativar as enzimas. Nunca mais tomei nenhum remédio. 

 

Nunca mais passei mal do fígado. Hoje tomo mais esporádicamente, cerca de 15 em 15 dias. 

 

Video postado em: 19-janeiro-2011 

 

Canal no youtube de: deusr777: http://www.youtube.com/user/deusr777 

 

------------------------------------------------ 

 

DOENÇA DE CHAGAS: AUTO-HEMOTERAPIA RECUPERA CORAÇÃO  

 

Data: 30/06/2008 21:06:10  

De: AHT  

IP: 201.79.68.140  

Assunto: Auto-hemoterapia e miocardiopatia dilatada (coração grande)Coração  

Data: 19/12/2007 19:17  

De: raquel fernandes ribeiro  

IP: 200.175.196.77  

Assunto: Auto hemoterapia  

sou advogada, moro em Curitiba e sou portadora da doença de chagas com indicação de transplante de coração ou de células tronco. Por ser muito difícil conseguir e ouvindo uma amiga enfermeira que sabia que o meu médico havia me sentenciado ate 12/2007 ela me cedeu o DVD do Dr Luiz Moura e ai comecei a dez meses fazer a auto hemoterapia.  

Apos o sexto mes refiz todos os exames médicos ( ecografia e holter e descobrimos que meu coração havia recuperado cerc de 30%. Em março vou refazer os exames médicos.  

 

O depoimento está no endereço http://inforum.insite.com.br/39550/6896890.htm  

 

-----------------------------------  

 

 

RECUPERAÇÃO CARDÍACA (de tecido necrosado por isquemia)  

 

Milagres da autohemoterapia  

Data: 21/05/2009 21:07:50  

De: regina (reginaeriva@hotmail.com)  

IP: 200.140.111.145  

Assunto: Milagres da auto hemoterapia...  

 

Eu faço auto hemoterapia a tres anos de sete em sete dias, e nunca parei...vi um resultado extraodinário, num problema de isquemia no coração da minha m~e,,, ela fez um ano e a parte morta do coração voltou a irrigação, sem contar outras melhoras, e eu que faço a tres anos, o ano passado estava com um mioma no ovário direito e dois intramurais no útero, fiz exame agora e o mioma do ovario desapareceu e um do útero, e tbm sempre tive colesterol e triglicérides muito altos, estão tudo abaixo da taxa normal e sou bem gosdinha acima da média, prá mim ela me engorda mas o bem que me faz prá pele ,cabelo e o restante está ótimo...eu acredito pq vi o resultado...obrigada pela oportunidade de relatar aqui a minha melhora...  

http://inforum.insite.com.br/39550/8927258.html  

 

 

---------------------------------------- 

 

Auto-hemoterapia na gravidez cura doença do feto 

"Data: 05/12/2010 15:10 

De: ilidio IP: 187.69.130.235 

Assunto: Re: Re: Re: Auto Hemoterapia na gravidez 

Prezada Roberta, Aqui em Guarapari há uma senhora que estava no 6º mes de gravidez e, constatou que o feto estava com dois cistos nos rins. Recomendei aos pais, que são muito pobres, a AHT com aplicações de apenas 5ml a cada cinco dias, seguindo as recomendações do Dr. Luiz Moura, e, para espanto do médico, que, de nada sabia, após novos exames, os cistos não mais existiam. A criança, uma linda menina, já está completando um ano de idade, gozando de perfeita saúde. Seja feliz ilidio". 

Copiado de http://inforum.insite.com.br/39550/ 

 

---------------------------------------------- 

RECUPERAÇÃO DOS RINS – PACIENTE DEIXA HEMODIÁLISE 

 

Curou câncer de intestino. Caso desacreditado por 8 médicos....  

Está mantendo paciente de hemodiálise, sem fazê-la depois de anos.  

Por desistência da vida começou auto hemoterapia, está viva e mantendo-se bem melhor..."  

Postado por: Beto  

http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=1287876294991409021  

 

 

--------------------------------------- 

 

 

RECUPERAÇÃO NEUROLÓGICA  

 

Em “INCRÍVEIS BENEFÍCIOS DA AUTO-HEMOTERAPIA  

Genaura Tormin ...  

 

“... Por causa de um grande cisto no ovário, constatado através de ultrassonografia, aumentei a dose para 10ml, aplicados (de uma só vez) na região glútea, de 7 em 7 dias. 

 

Já com vistas a uma intervenção cirúrgica, fiquei estupefata ao fazer outra ultrassonografia, cinco dias depois do primeiro exame, e constatar que o cisto havia desaparecido. ("...Observa-se absorção total da imagem complexa descrita no exame anterior".) 

 

Vítima há anos de uma trombose, que recidivara duas vezes, fiquei com a perna esquerda mais grossa do que a outra, incluindo a nádega, o que me causava um grande problema postural, forçando-me a usar um calço no assento da cadeira, lado direito, para melhorar-me o equilíbrio (medida orientada pelo fisioterapeuta que me assiste há alguns anos). 

 

Qual não fora a surpresa ao notar que não mais precisava do calço e que a perna que sofrera a trombose estava quase igual à outra. Até mesmo para fazer os exercícios, o fisioterapeuta dispensou o calço, usado até então para a obtenção do equilíbrio. 

 

A minha lesão é medular, com ausência de locomoção e sensibilidade a partir do nível T-4 (4ª vértebra torácica), o que significa dizer que estou (ou estava) inerte do peito para baixo. 

 

A medula é basilar para o ser humano. É por meio dela que o cérebro envia as ordens para o funcionamento de todo o organismo. A mielite danifica os nervos e interrompe os fluxos nervosos com perda de sensibilidade. É uma lesão gravíssima. Chama-se Mielite Transversa porque acontece no sentido horizontal. São inúmeras as suas causas. É uma síndrome incapacitante, paralisa tudo o que esteja abaixo dela: pulmão, bexiga, intestino e aparelho sexual, além da locomoção. Se acontecer na porção cervical, a pessoa fica tetraplégica. Pode matar. 

 

...Estou fazendo auto-hemoterapia há quatro meses. Nesse ínterim, muita coisa tem mudado. Descubro-me sempre com alguma novidade: a sensibilidade que era na altura dos mamilos (T-4), hoje se encontra pouco acima do umbigo. Sinto, na região lombar, o abraço do encosto da cadeira. Consigo contrair o abdome, o que não fazia antes, pois o diafragma não obedecia ao meu comando. Para tossir tinha que dobrar o tronco sobre os joelhos para conseguir forças para tal. 

 

Hoje consigo mexer a 'bunda' voluntariamente, quando estou em decúbito ventral, conseguindo direcioná-la para a esquerda ou direita, cuja velocidade se soma a cada dia. O equilíbrio melhorou muito, e conseqüentemente a qualidade de vida. Se continuar assim, acredito que vou recuperar o controle natural de minhas necessidades fisiológicas....”. Em http://recantodasletras.uol.com.br/artigos/387723 

 

--------------------------------------------------- 

“...Meu nome é Roberta Achy e esse não é nem o começo, nem o fim da minha história… Mas um pedaço dela está nestes registros on-line com o intuito de auxiliar a outros que tenham tido o mesmo tipo de experiência. Por ser portadora de duas doenças raras, sem cura e auto-imunes, ambas congênitas, faço há mais de dois anos aplicações de auto-hemoterapia de 20 ml a cada 6 dias e aqui deixo o meu testemunho em prol de todos os benefícios que recebi até então. Não seria quem sou hoje se não fosse o milagre dessa técnica. 

...”. Em http://hssuffer.wordpress.com/uma-nova-historia-comeca-aqui/  

------------------------------------------------------------------ 

 

8) Os interesses que prejudicam os brasileiros em sua busca pela cura no caso da auto-hemoterapia pela Anvisa e pelo CFM, são os mesmos que denuncia o cientista dr. Genésio Pacheco da Veiga, então com 91 anos, que foi pesquisador da Fiocruz, ao discorrer sobre a proibição de produzir a vacina antibrucélica, descoberta sua, pela Anvisa.  

 

A vacina antibrucélica é capaz de curar todas as doenças inflamatórias das articulações, que afligem a 14 milhões de brasileiros: os médicos (no caso os reumatologistas) estão a serviço dos laboratórios farmacêuticos transnacionais e dos seus próprios interesses.  

 

Diz o ilustre cientista do Genésio Pacheco da Veiga em entrevista: “...Quais são as doenças que a vacina combate?  

 

- Todas do aparelho locomotor: artrite reumatóide, artrose, espondilite anquilosante, osteoartrite, gota, lesão por esforço repetitivo (LER), artrite psoriática, esclerodermia, esclerose sistêmica, dermatopolimiosite, polimiosite e lupus eritematoso sistêmico... enfim, todas as doenças que decorrem de quadros inflamatórios. Tratei muitos pacientes também que sofriam de alergia asmática. O aumento da imunidade propiciado pela vacina faz com que essas doenças regridam. Entretanto, apesar de estar comprovada a eficácia da vacina, eles continuam me perseguindo de todas as maneiras.  

 

- Mas quem está perseguindo o senhor?  

 

- A maioria dos reumatologistas, os grandes laboratórios, a Anvisa. Sabe por que? Por causa dos interesses econômicos que estão em jogo. Parte dos médicos reumatologistas criou um esquema de atendimento que na verdade não cura ninguém. Quando o paciente vai ao consultório de um desses médicos, a primeira coisa que eles fazem é receitar um medicamento para ser preparado por uma dessas farmácias de manipulação. Alguns médicos alertam o paciente que ele deve necessariamente mandar fazer o remédio numa farmácia específica, considerada de 'confiança'. Na verdade, essa farmácia ou é do próprio médico ou ele tem algum esquema de participação, como por exemplo comissão sobre o medicamento comercializado. Normalmente, o medicamento receitado dura de um a dois meses no máximo. Resultado: terminada aquela remessa, o paciente tem de retornar ao médico, pagar uma nova consulta para receber outra receita - muitas vezes idêntica à anterior ou com pequenas modificações. Vamos supor que o médico tenha 50 pacientes, todos os meses ele terá 50 consultas e receberá certamente 50 comissões. Então, eles não têm nenhum interesse de mudar esse esquema. Esse tipo de médico não quer curar ninguém. Eu vou lhe contar uma história que ilustra bem essa situação. Havia uma moça em Juiz de Fora (MG) que fazia um tratamento com o cunhado, que é reumatologista. Ela ficou sabendo do meu tratamento e resolveu experimentar a vacina. Ficamos até amigos. Depois de perceber os resultados positivos da vacina, ela retornou a Juiz de Fora e sugeriu ao cunhado que passasse a utilizar a vacina em seus pacientes. O cunhado então respondeu a ela: 'Tenho cerca de 70 pacientes. Se curá-los, como vou viver?' ...”. A denúncia pode ser lida na entrevista com o título “Ele criou uma vacina salvadora e virou alvo de perseguições dos poderosos da medicina mercantilista –  

 

A cura indesejável” publicada no endereço http://www.seculodiario.com.br/arquivo/2007/julho/07_08/entrevista/entrevista/07_07_01.asp 

 

 

----------------------------------------------------------------------------------------------- 

 

Relatos de usuários de auto-hemoterapia sobre cura de várias doenças em  

http://www.orientacoesmedicas.com.br/opiniao_integra.asp?cdg=3922&u=15 

http://www.orientacoesmedicas.com.br/resultado_da_pesquisa_virtual_sobre_auto-hemoterapia.asp (pesquisar no item Por enfermidade)  

 

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------ 

 

Sobre o “Dr. Rosinha 

* Médico, com especialização em Pediatria, Saúde Pública e Medicina do Trabalho, destacou-se como líder sindical antes de se eleger vereador, deputado estadual e deputado federal. Também foi presidente do Parlamento do Mercosul (Parlasul). Exerce o quarto mandato na Câmara dos Deputados, pelo PT do Paraná.”, transcrito do jornal Congresso Em Foco. 

Endereço para correspondência: 

Praça dos Três Poderes - Câmara dos Deputados 

Gabinete: 474 - Anexo: III  

CEP: 70160-900 - Brasília - DF 

dep.dr.rosinha@camara.gov.br 

 

 

 

Ubervalter Coimbra
61 anos
- Vitória - ES

[ocultar participação]  [voltar]

Comentários


Quero comentar Total de 3 comentários  -  3 nesta página
[primeira < anterior   Página de 1     próxima >  [última]

 Sexta-feira, 18 de maio de 2012 - 2:22:17 AM GMT-03:00 
189.61.13.222

absurdo! 

saUde è o nosso bem maior, 

e o Estado não se digna a tutelar esse direito. 

Ou, ao menos, relizar uma pesquisa neutra a fim de acabar com essa polêmica. 

ACS  
BRASILIA

 Quinta-feira, 17 de maio de 2012 - 15:25:47 
189.123.93.118

Caro Ubervalter 

As vezes acontecem estes retornos de emails imprevisíveis. 

Mas tomei a ilberdade e reenviei o seu excelente texto ao deputado Dr. Rosinha e também ao senador Eduardo Suplicy. 

Abços 

M.Fetha    

 Quinta-feira, 17 de maio de 2012 - 09:50:06 
177.50.69.115

Caros internautas: 

 

o e-mail do deputado dr. Rosinha foi transcrito do site da Câmara dos Deputados. 

 

Qual não foi a surpresa ao receber a notificação abaixo. 

 

 

2012/5/17  

 

This is an automatically generated Delivery Status Notification. 

 

Delivery to the  ... (total de 641 caracteres)

Ubervalter Coimbra
61 anos
- Vitória - ES



envie este texto a seus amigos

Busca Saúde
Pesquisa personalizada








Atenção: NÃO USE informações aqui divulgadas para substituir uma consulta médica. Seja prudente, consulte um médico, quando entender necessário, para o correto diagnóstico e eventual tratamento".

[ir para a lista que contém esta participação]
 
  AHT HEMOTERAPIA: Informações & Debate, Depoimentos, Publicações e Vídeos (2007 - 2017)
Fique livre para divulguar informações aqui disponibilizadas.
Agradecemos a citação da fonte.
webmaster@hemoterapia.org