Auto-hemoterapia Informações e debates

            Quem somos

                 auto-hemoterapia o que é? |  informações & debate |  depoimentos |  publicações |  vídeos |  política de privacidade |  pesquisa virtual

ver participações do dia Visitantes: 2.349.448 (início em 30/10/2010)

"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas








Assine a petição
para a Liberação da
Auto-hemoterapia








"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas

Busca Saúde
Loading

 Auto-Hemoterapia, Dr. Fleming e os antibióticos...

Auto-Hemoterapia - Informações e Debate - Participação
4479
Quinta-feira, 2 de setembro de 2010 - 14:57:43
189.35.130.34

Auto-Hemoterapia, Dr. Fleming e os antibióticos... 

 

Publicada: 02/09/2010 

 

http://www.jornaldacidade.net/2008/noticia.php?id=76063 

 

Texto: Jorge Martins Cardoso (Médico) 

 

A doença celíaca é uma doença do intestino delgado caracterizada pela intolerância permanente ao glúten. Recentes publicações médicas descrevem a doença celíaca como sendo uma patologia de caráter imunológico. Os sintomas dessa doença são diarréia crônica, falta de apetite, desnutrição com retardamento do crescimento, osteoporose, dor abdominal, manchas e alteração do esmalte dentário e câncer do duodeno.  

 

A doença celíaca não tem cura e o único tratamento consiste em uma dieta rigorosa por toda a vida, com total abstinência de todos os alimentos que contém glúten como: pães, biscoitos, bolachas, bolos, tortas, pizzas, hambúrgueres, macarrão, vodka, uísque, cervejas... Em 2008, gastroenterologistas australianos anunciaram em Melbourne que se encontrava em fase de  

testes uma vacina contra a Doença Celíaca.  

 

A Associação dos Celíacos do Brasil (www.acelbra.org.br) estima que existem no Brasil cerca de 300 mil celíacos. Destes, aproximadamente 500 sergipanos estão cadastrados na Associação. (4).  

 

4ª - observação: No texto é afirmado que a doença celíaca é de caráter imunológico. Em 2008, gastroenterologistas australianos anunciaram que se encontrava em fase de testes uma vacina contra a doença celíaca. Trocando em miúdos: o glúten é uma proteína, que em alguns casos - ou em muitos casos - poderia estar agindo como um anticorpo agressor. Portanto, como uma doença auto-imune. Parece que estamos envolvidos em imunologia, imunoterapia e, por conseguinte em auto-hemoterapia! Então aqui cabe uma provocante interrogação. Poderia a auto-hemoterapia, também, colaborar no tratamento da doença celíaca?  

 

Revista brasileira I - 2010 - No miolo da questão - Pesquisadores australianos identificam componentes do glúten associados à doença celíaca. Com 1 milhão de vítimas no Brasil e mais de 6 milhões na Europa, América do Norte e Austrália, a doença celíaca caracteriza-se pela intolerância do organismo ao glúten, proteína encontrada no trigo, aveia, centeio, cevada e malte. Descrita pela primeira vez no fim do século XIX, a doença celíaca até hoje não conta com um tratamento eficaz. Resta aos pacientes viver à base de uma dieta ultrarrestritiva.  

 

Um estudo divulgado na semana passada na revista científica americana Science Translational Medicine lançou a esperança de que um dia os celíacos possam voltar a consumir alimentos à base de trigo, aveia, centeio, cevada e malte. Liderados pelo australiano Robert Anderson, do Instituto Walter e Eliza Hall de Investigação Médica, os pesquisadores identificaram os principais componentes do glúten que tornam a proteína tão nociva para determinadas pessoas.  

 

...”Como o organismo do doente não consegue processar a proteína, o sistema imunológico acaba por atacar a mucosa do intestino delgado”, diz o infectologista Artur Timerman. Os cílios encontrados na parede intestinal, responsáveis pela absorção de vitaminas, sais minerais e outros nutrientes, são danificados. Tais lesões podem causar desde diarréia, anemia e perda de peso até déficit de crescimento, osteoporose e câncer.  

 

...O objetivo final é a criação de uma vacina que “ensine” o organismo dos celíacos a lidar com o glúten - num processo conhecido no jargão médico como “dessensibilização”. Ainda não há previsão para o término dos estudos. Fontes: Ellen Simone Paiva (endocrinologista e nutróloga) e Associação dos Celíacos do Brasil. (5).  

 

5ª observação: segundo todas as opiniões, por enquanto, a terapia principal é evitar o glúten. A terapia secundária é a convencional.  

 

Revista brasileira II - Intolerância ao glúten - Não são apenas os pacientes celíacos que precisam retirar o glúten da alimentação. No consultório, observamos que mesmo os não alérgicos apresentam sintomas como abdômen distendido e dificuldade em perder peso. Ocorre também piora dos processos inflamatórios nas doenças auto-imunes como psoríase, artrite reumatóide e lúpus. (“No miolo da questão”, 28 de julho) - Fátima Nunes - Nutricionista clínica funcional - Natal, RN.  

 

Sou celíaca e sofri durante anos com diarréia intensa, diagnosticada por inúmeros médicos, em São Paulo, como sintoma das mais variadas enfermidades. Aqui, encontrei um médico que salvou minha vida ao fazer o diagnóstico correto. Meu intestino já estava praticamente destruído.  

 

Hoje levo uma vida normal seguindo a dieta recomendada. Depois que passei a ter contato com outros celíacos, fiquei surpresa ao constatar que casos como o meu não são exceção. A regra é esta: anos de sofrimento decorrentes da ignorância dos médicos. Marina Moraes Barbosa - Curitiba - PR. (6).  

 

6ª observação: a nutricionista potiguar Fátima Nunes chamou a atenção para um fato muito interessante. Segundo ela, o glúten, além de afetar os portadores de doença celíaca, também piora os processos inflamatórios nas doenças auto-imunes como psoríase, artrite reumatóide e lúpus.  

 

7ª observação: essas três doenças auto-imunes são citadas pelo médico Luiz Moura, sendo, as três, passíveis de cura através da auto-hemoterapia. Acrescente-se que o médico Olívio Martins, em seu livro, também recomenda o tratamento da psoríase através da vacina do sangue (auto-hemoterapia). (7). Finalmente, no trabalho do médico Ricardo Veronesi, tanto a artrite reumatóide como a doença de Crohn podem ser curadas através da imunoestimulação. Fica aqui registrada mais uma vez, a pergunta que não quer calar: seria também possível atenuar a doença celíaca ou curá-la através da auto-hemoterapia?  

 

Bem amigas e amigos da rede AHT. Por hoje terminamos aqui. Se Deus nos permitir voltaremos outro dia. A todos boa saúde, boa alimentação, boa digestão, boa auto-hemoterapia, boa visão, boa leitura e bom dia.  

 

Fontes: (1) - Livro - Farmacologia Clínica e Terapêutica - Otto Miller - 11ª Edição – 1977 - Editora Livraria Atheneu - páginas 500 e 502 - (693 páginas). (2) - Revista Medicina de Hoje - Março de 1976 - Dr. Ricardo Veronesi - página 7 – (9 páginas). (3) - DVD de 2004 - Auto-Hemoterapia: “Uma Contribuição Para a Saúde” – Dr. Luiz Moura. (4) - JORNAL DA CIDADE – Artigo de Marcionilo de Melo Lopes Neto (professor de química da U.F.S.) - Caderno A - página 2 – de 12 de março de 2009. (5) - Revista Veja - edição nº 2.175 – 28-julho-2010 - páginas 106 e 107. (6) - Revista Veja - edição nº 2.176 – 4-agosto-2010 - página 45. (7) - Livro - “O Poder Curativo do Sangue” - Dr. Olívio Martins - páginas 21 e 22 - (50 páginas). 

João Carlos
54 anos
- Londrina / PR

[ocultar participação]  [voltar]

Comentários


Quero comentar Total de 2 comentários  -  2 nesta página
[primeira < anterior   Página de 1     próxima >  [última]

 Sexta-feira, 3 de setembro de 2010 - 05:08:43 
189.7.26.108

A Doença Celíaca de hoje e a ACELBRA em defesa dos portadores. 

 

Ainda pouco conhecida, seus sintomas podem se confundir com outros distúrbios. Trata-se da Doença Celíaca, ou seja : A Intolerância permanente ao glúten. A Doença Celíaca geralmente se manifesta na infância, entre o primeiro e  ... (total de 793 caracteres)

João Carlos
54 anos
- Londrina / PR

 Sexta-feira, 3 de setembro de 2010 - 04:45:40 
189.38.188.133

João Carlos, bom dia !!! 

 

Então vamos comunicar êsse pessoal das Associações de portadores da doença cilíaca sobre a AHT,e também para todas as Associações de portadores de outras doenças que temos referência da indicação da AHT, é uma nova forma de divulgar a terapia,abraços, Joel 

joel martini de campos
61 anos
- São Paulo - SP



envie este texto a seus amigos

Busca Saúde
Pesquisa personalizada








Atenção: NÃO USE informações aqui divulgadas para substituir uma consulta médica. Seja prudente, consulte um médico, quando entender necessário, para o correto diagnóstico e eventual tratamento".

[ir para a lista que contém esta participação]
 
  AHT HEMOTERAPIA: Informações & Debate, Depoimentos, Publicações e Vídeos (2007 - 2017)
Fique livre para divulguar informações aqui disponibilizadas.
Agradecemos a citação da fonte.
webmaster@hemoterapia.org