Auto-hemoterapia Informações e debates

            Quem somos

                 auto-hemoterapia o que é? |  informações & debate |  depoimentos |  publicações |  vídeos |  política de privacidade |  pesquisa virtual

ver participações do dia Visitantes: 2.311.641 (início em 30/10/2010)

"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas








Assine a petição
para a Liberação da
Auto-hemoterapia








"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas

Busca Saúde
Loading

 A Secretaria Especial dos Direitos Humanos - SEDH

Auto-Hemoterapia - Informações e Debate - Ver Opinião - Ver Opinião - Participação
4352
Sexta-feira, 30 de julho de 2010 - 20:54:44
189.63.219.153

A Secretaria Especial dos Direitos Humanos - SEDH  

 

CFM poderá cassar injustamente o registro CRM do Dr. Luiz Moura 

 

O Conselho Federal de Medicina – CFM marcou para o dia 13 de agosto de 2010, a partir das 09:00 horas, em sua sede localizada em Brasília, a Audiência Ético-Profissional dos processos em tramitação contra o Dr. Luiz Moura. Nesta ocasião, a entidade representativa dos médicos poderá cassar o registro profissional do Dr. Luiz Moura, um médico de 85 anos, com 60 anos de exercício digno da medicina. 

 

O médico carioca está sendo alvo do processo ético por ter dado entrevista explicando como funciona a auto-hemoterapia, uma técnica que aumenta a imunidade em quatro vezes, tem custo extremamente baixo e é usada há mais de cem anos para curar ou ajudar na cura de inúmeras doenças. O Dr. Luíz Moura é acusado de divulgar uma técnica medicinal supostamente falsa, porque ela não teria comprovação científica. Trata-se de um processo jurídico que é baseado em meias-verdades, tendo como lastro um parecer técnico incompleto e tendencioso que levou à proibição o uso desta técnica aos médicos brasileiros. Esta batalha judicial tem como pano de fundo a perda de clientes que está ocorrendo para muitos médicos e indústrias farmacêuticas, já que muitos pacientes estão se curando ou controlando suas enfermidades com muito menos remédios e consultas médicas.  

 

Por isso, peço a este orgão público que defenda a técnica auto-hemoterapia, bem como o acusado, na data de 13 de agosto de 2010, durante a sessão de julgamento do médico Dr. Luiz Moura. 

 

 

 

 

Por que a técnica auto-hemoterapia não é uma farsa, e não carece de comprovações científicas: 

 

 

EM DEFESA DA LIBERAÇAO DA AUTOHEMOTERAPIA NO BRASIL (Autoria de MSc. Enf. Telma Geovanini)  

Fonte: http://www.stf.jus.br/arquivo/cms/processoAudienciaPublicaSaude/anexo/EM_DEFESA_DA_LIBERACAO_DA_AUTOHEMOTERAPIA_NO_BRASIL.pdf 

 

 

Auto-hemoterapia no Coren-sp Ed. 64 - 2006 

A Auto-hemoterapia é explicada na revista do coren-sp como uma tarefa comum exercida pelos profissionais de enfermagem. 

http://www.scribd.com/doc/32132376/Auto-hemoterapia-No-Coren-sp-Ed-64-2006 

 

 

Os efeitos da Auto-hemoterapia foram comprovados através de seis trabalhos científicos apresentados no 10º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem, realizado de 3 a 6 de setembro de 2007 no Rio de Janeiro. 

Fonte: http://www.scribd.com/doc/32083133/Autohemoterapia-10%C2%BA-CBCENF 

 

 

ESTUDO DA EFICÁCIA DA AUTOHEMOTERAPIA: UMA ANÁLISE DE CASOS CLÍNICOS 

Fonte: http://autohemoterapia.fortunecity.com/estudo_da_eficacia_da_autohemoterapia.htm 

 

 

AUTO-HEMOTERAPIA (Autoria de MARIA CLARA SALOMÃO E SILVA) 

Fonte: http://www.scribd.com/doc/28416196/AUTO-HEMOTERAPIA-MARIA-CLARA-SALOMAO-E-SILVA 

 

 

Currículo da MSc. Enf. Telma Geovanini 

Fonte: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4797568H8  

 

 

Variação da porcentagem de monócitos no sangue circulante antes e após a auto-hemoterapia 

Este trabalho prova o príncipio ativo da AHT, ou seja, o aumento no número de monócitos circulantes na circulação sanguinea nos próximos 5 dias após a aplicação do sangue no músculo. 

Fonte: http://www.ciencianews.com.br/monografias/10hematologialaboratorial/10hematologialaboratorial-index02.htm 

 

 

Currículo do Dr. Luíz Moura 

Fonte: http://www.scribd.com/doc/32116282/Curriculo-do-Dr-Luiz-Moura  

 

 

Endereço e telefone do consultório do Dr. Luíz Moura 

Fonte: http://www.orientacoesmedicas.com.br/auto_hemoterapia.asp 

 

 

Busca por "Auto-hemoterapia" no Pubmed (Estadunidense), resultados antigos (1900 até 1970) 

Fonte: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed Search "autohemotherapy" >> Last (Results: 81 to 100 of 100) 

Esta pesquisa começa dos trabalhos mais antigos para os mais novos, sobre este assunto. Infelizmente, não há sequer o "resumo" disponível, mas é possível visualizar que este assunto foi pesquisado, portanto prova que a auto-hemoterapia era utilizada. Entretanto, não há acesso aos documentos para provar que a auto-hemoterapia foi aprovada cientificamente.  

Pesquisas científicas sobre esse assunto não interessam ao mercado medicinal. A menos que governos ou grandes empresas, entre aquelas não façam parte do setor de saúde, decidam pesquisar e implementar a auto-hemoterapia por motivos de redução de gastos financeiros com saúde. 

 

 

 

No site Google Livros ( http://books.google.com.br ) há 2.971 livros (situados em bibliotecas reais no mundo todo), em seis idiomas, que se referem à auto-hemoterapia, sendo que muitos destes livros tem visualização parcial ou total. 

 

As quantidades são as seguintes: 

 

102 sobr e auto-hemoterapia, em português; 

622 sobr e autohemoterapia, em espanhol; 

657 sobr e autohemotherapy,em inglês; 

605 sobr e eigenbluttherapie,em alemão; 

617 sobr e auto-hémothérapie, em francês; 

368 sobr e autoemoterapia, em italiano 

 

Fonte: http://books.google.com.br e http://www.scribd.com/doc/34873656/2-971-livros-em-seis-em-seis-idiomas-se-referem-a-auto-hemoterapia 

 

 

 

Manual of Neural Therapy According to Huneke - Página 295 - publicado em 2007 

http://books.google.com.br/books?id=oiIl85eoBwoC&pg=PA295&dq=autohemotherapy&hl=pt-BR&ei=wO1RTPH8K4L6lwfBpqmCBg&sa=X&oi=book_result&ct=result&resnum=1&ved=0CCgQ6AEwAA#v=onepage&q=autohemotherapy&f=false 

 

 

 

 

A AUTO-HEMOTERAPIA NAS DERMATOSES - por ALBERTO CARLOS DAVID - publicado em 1924  

 

Fonte: http://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/17607  

 

Este trabalho prova que até 1924 não se sabia como funcionava a Auto-hemoterapia, mas sabia-se que era eficaz. 

Infelizmente, somente em 1940, com a publicação do artigo do brasileiro Dr. Jesse Teixeira, denominado Autohemotransfusão, é que pôde-se elucidar ao mundo como a auto-hemoterapia funcionava. "Por outro lado, a descoberta de Alexander Fleming, o antibiótico, não despertou inicialmente maior interesse e não houve a preocupação em utilizá-la para fins terapêuticos em casos de infecção humana até a eclosão da Segunda Guerra Mundial, em1939." ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Antibiótico ) 

Após a Segunda Guerra Mundial, a evolução científica e comercial do antibiótico foi explosiva, e apagou quase por completo a descoberta do citado brasileiro, que não era provida de interesse comercial nenhum, e ainda oferecia concorrência ao mercado de antibióticos. 

Obviamente, uma técnica medicinal que não oferece retorno financeiro nenhum é suprimida por uma outra que é rentável através da "lei de mercado". 

E assim, o "mercado medicinal" enterrou a Auto-hemoterapia, para que ficasse esquecida para sempre. 

 

 

AUTOHEMOTRANSFUSÃO - Dr. Jessé Teixeira (março de 1.940) 

Fontes: http://www.orientacoesmedicas.com.br/AUTOHEMOTRANSFUSAO_Dr_Jesse_Teixeira_1940.pdf 

http://www.rnsites.com.br/artigo_jesse_teixeira.pdf 

 

 

CAMPANHA NACIONAL EM DEFESA DA AUTO-HEMOTERAPIA (abaixo assinado) 

Fonte: http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/736 

 

 

Arquivos no Superior Tribunal Federal  

Fonte: http://www.stf.jus.br/arquivo/cms/processoAudienciaPublicaSaude/anexo/AutoHemoterapia.pdf 

Fonte: http://www.stf.jus.br/arquivo/cms/processoAudienciaPublicaSaude/anexo/Pelo_Fim_de_uma_Agressao_a_Arte_de_curar.pdf 

Fonte: http://www.stf.jus.br/arquivo/cms/processoAudienciaPublicaSaude/anexo/EM_DEFESA_DA_LIBERACAO_DA_AUTOHEMOTERAPIA_NO_BRASIL.pdf 

 

 

 

A Auto-hemoterapia Na Revista Foco (janeiro de 2010) 

Fonte: http://www.scribd.com/doc/32075420/A-Auto-hemoterapia-Na-Revista-Foco-Janeiro-de-2010  

 

 

Auto-hemoterapia, uma questão de pesquisa (08/12/2007) 

Fonte: http://www.rnsites.com.br/artigo_Natal_RN_04.htm 

 

 

 

Auto-hemoterapia (relate sua experiência) (18853 mensagens) 

Fonte: http://inforum.insite.com.br/39550/ 

 

 

Algumas questões sem resposta:  

1ª - No começo do século XX era necessário comprovação científica para se curar as pessoas? Haveria algum padrão rígido estabelecido de pesquisa científica? Note que estou me referindo ao período entre 1900 a 1915, e nos anos seguintes até a comercialização dos antibióticos, que foi o grande concorrente da AHT. 

2ª – Será que todos os procedimentos médicos tem rigorosa comprovação científica? Mesmo os procedimentos e técnicas mais antigas? 

3ª – Porque uma terapia tão antiga e desprovida de efeitos colaterais nocivos precisa de comprovação científica? Será que o restabelecimento da saúde de forma gratuita de milhões de pessoas, durante mais de cem anos, e sem qualquer notificação de efeito colateral, não é suficiente para comprovar a auto-hemoterapia? 

 

Atenciosamente, 

 

Bolívar. 

Marcelo Fetha    

[ocultar participação]  [voltar]

Comentários


Quero comentar Total de 1 comentários  -  1 nesta página
[primeira < anterior   Página de 1     próxima >  [última]

Terça-feira, 25 de abril de 2017 - 21:08:46
 

Nenhum comentário ainda.

 

Webmaster



envie este texto a seus amigos

Busca Saúde
Pesquisa personalizada








Atenção: NÃO USE informações aqui divulgadas para substituir uma consulta médica. Seja prudente, consulte um médico, quando entender necessário, para o correto diagnóstico e eventual tratamento".

[ir para a lista que contém esta participação]
 
  AHT HEMOTERAPIA: Informações & Debate, Depoimentos, Publicações e Vídeos (2007 - 2017)
Fique livre para divulguar informações aqui disponibilizadas.
Agradecemos a citação da fonte.
webmaster@hemoterapia.org