Auto-hemoterapia Informações e debates

            Quem somos

                 auto-hemoterapia o que é? |  informações & debate |  depoimentos |  publicações |  vídeos |  política de privacidade |  pesquisa virtual

ver participações do dia Visitantes: 2.419.215 (início em 30/10/2010)

"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas








Assine a petição
para a Liberação da
Auto-hemoterapia








"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas

Busca Saúde
Loading

 Sobre as ameaças de processo: As pessoas opinam baseadas

Auto-Hemoterapia - Informações e Debate - Ver Opinião - Ver Opinião - Comentário
 Segunda-feira, 19 de julho de 2010 - 11:04:23 
189.63.215.187

Sobre as ameaças de processo: 

 

As pessoas opinam baseadas em informações disponíveis na rede ou por experiência própria. A decisão de alguém fazer o uso da AHT é de sua própria responsabilidade. Se os defensores da terapia pudessem ser processados por exercício ilegal de medicina, também poderiam ser os anunciantes de medicamentos que informam que um certo analgésico é excelente para dor de cabeça. Este sintoma pode ser decorrente de uma enfermidade, e o uso do produto anunciado pode até mascarar e prejudicar um correto diagnóstico da doença. Em primeiro lugar então sugiro que o anunciante seja processado, pois ele está "influenciando" na decisão do "doente". 

Marcelo Fetha    

[voltar]

envie este texto a seus amigos

Busca Saúde
Pesquisa personalizada








Atenção: NÃO USE informações aqui divulgadas para substituir uma consulta médica. Seja prudente, consulte um médico, quando entender necessário, para o correto diagnóstico e eventual tratamento".

[ir para a participação que motivou este comentário]
 
  AHT HEMOTERAPIA: Informações & Debate, Depoimentos, Publicações e Vídeos (2007 - 2017)
Fique livre para divulguar informações aqui disponibilizadas.
Agradecemos a citação da fonte.
webmaster@hemoterapia.org