Auto-hemoterapia Informações e debates

            Quem somos

                 auto-hemoterapia o que é? |  informações & debate |  depoimentos |  publicações |  vídeos |  política de privacidade |  pesquisa virtual

ver participações do dia Visitantes: 4.015.392 (início em 30/10/2010)

"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas








Assine a petição
para a Liberação da
Auto-hemoterapia








"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas

Busca Saúde
Loading

 Para um melhor entendimento, vamos transcrever o comentário

Auto-Hemoterapia - Informações e Debate - Ver Opinião - Ver Opinião - Comentário
 Quarta-feira, 2 de setembro de 2009 - 19:46:04 

Para um melhor entendimento, vamos transcrever o comentário anterior do DR MUNIR MASSUD, no blog: 

 

comentario de nº 18: 

 

Prezado Igor: 

Meus cumprimentos pelos textos e minha admiração pela sua lucidez. Estamos vivendo um momento de irracionalidade e seus esclarecimentos são importantes. É lamentável que uma matula de desonestos intelectuais, que confundem ciência com pseudociência, se sintam capacitados para opinar e vertam verborréia desamparada de razão e ciência. Quanto à jovem que lhe atribuiu o uso do vinho, parece muito mais provável que você o faz para apurar o engenho, como tem demonstrado. Na verdade Ígor, essa verborréia libertina e canalha já aniquilou muitas vidas, atravancou o progresso da humanidade e fez proliferar a intolerância e o fanatismo. 

O uso da AHT foi proibido exatamente porque os seus adeptos preferiram a clandestinidade, produzindo uns poucos trabalhos nas décadas iniciais do século, jurásicos, escritos em idiomas difíceis e revistas locais nunca lidas, e desprovidos de valor metodológico. Ademais, que PANACÉIA surgida na história da Medicina provou-se efetiva para as suas indicações? Onde estes cretinos estão juntando argumentos para contestar a farmacologia moderna? Nos desacertos da indústria farmacêutica? E os benefícios? E o uso de auto-hemoterapia para uma vintena de doenças de patogenias tão díspares não constitui uma irresponsabilidade descarada, um ato dissoluto, criminoso? 

Que loucura é essa de um recurso terapêutico que age segundo a necessidade do enfermo e não de acordo com seu mecanismo de ação? Que mentalidade barbaramente néscia pode imaginar um modulador imunológico nesses moldes? Que argumento tolo é esse de depoimento popular? Isso não vale nada perante os quadros da ciência pelo simples fato de termos sido enganados por milhares de anos, vítimas de dogmas, de embustes, de aparências, de vieses de todos os tipos? A observação é enganosa e não basta por si mesma. É necessário empreender testes genuínos de nossas hipóteses, teorias, afirmações. Em medicina, o que não é científico não é ético. Ensaios clínicos com elevada força de evidência científica são as únicas armas contra o embuste, contra o erro de observação, contra as nossas motivações inconscientes. Se não é perfeito, é só o que temos. O resto é “impressão”, vontade, medo, engano, embuste, logro. Os pesquisadores são obrigados a isso, pois é assim que a ciência funciona. E se alguém tenta enganar, é fatalmente flagrado adiante. A ciência, pelo seu método, tem a capacidade de IDENTIFICAR E CORRIGIR OS SEUS PRÓPRIOS ERROS. Tem sido assim. E se você não aceita isso e prefere a licenciosidade das opiniões sem controle, então aplique-as em/para você mesmo, não as use para educar seus filhos e nem para orientar ninguém, muito menos quando se tratar da saúde alheia, pois se o fizer é criminoso. 

A pesquisa clínica nunca foi proibida. Idéias não têm pedigree. Só que os proponentes de uma nova terapia devem apresentar um acervo de conhecimentos fundamentados em ensaios clínicos metodologicamente e eticamente adequados. Pior ainda é que deverão apresentar, como se trata de uma panacéia, de muitos trabalhos sobre cada indicação, que depois serão avaliados em procedimentos rigorosos tais como metanálises. Mais difícil ainda é que essa terapia, para cada indicação, tem que ser ensaiada contra outras terapias já existentes, pois não é ético privar pacientes dos grupos controles de tratamentos efetivos já existentes. A se confirmarem tantos benefícios, que milagre estupendo, que fato prodigioso, que maravilha ver a Medicina reduzida a uma só terapia; a cura para todos os males! Se apenas uma dessas terapias forem efetivas, terá valido a pena tê-la testado, mas não tê-la usado histericamente matando e enganando pessoas. Eis mais um propósito da ciência: privar os malucos de agirem como médicos ou ao menos inibir-lhes alguns intentos. 

Mas sabem esses propagandistas da AHT quem foi Galileu e por qual motivo ele foi exaltado pela posteridade? O que responderiam se fossem inquiridos sobre COMO FAZER PARA EVITAR O ERRO? COMO O CONHECIMENTO PROGRIDE E COMO EVOLUI? Foram dessas questões que surgiu a discussão sobre o MÉTODO e a sua absoluta necessidade em face das afirmações, das teorias. Por quê? Para atrasar ou fazer avançar o conhecimento? CONHECEM ESSES DEFENSORES DE PANACÉIAS OUTRA ATIVIDADE HUMANA QUE EXPERIMENTOU PROGRESSO ALÉM DA CIÊNCIA? Por quê? 

Mas essas pessoas vinculadas a pseudociências, terapias não comprovadas, seitas esdrúxulas, querem mesmo saber disso ou apenas exercitar essa verborréia maluca, licenciosa, que tem explorado e acanalhado com as esperanças de milhões de pessoas que procuram esperança a qualquer custo e, freqüentemente, são vitimas de embusteiros? Posso citar exemplos comprovados às dezenas desses casos lamentáveis. 

Alegações de sucessos por diversas pessoas se referem também a terapias com excrementos, como urina de seres humanos, ou mesmo fezes de cachorro (“chá de toco” para asma, vendido nas feiras do Nordeste). Não existem pesquisas científicas sobre tais terapias, só relatos de sucessos. Se isso basta aos mal-ouvidos, que façam bom proveito. 

Por fim, prezado Ígor, tenho notado que nossos críticos têm algo em comum, notadamente os meus: são intelectualmente ingênuos ou desonestos. 

Muito grato pela oportunidade de também expressar minha opinião, pois minha tolerância com essa gente já se esgotou. Vamos à luta. 

 

*** Posted by: Munir Massud | setembro 1, 2009 11:24 PM 

Marcelo Fetha (fetha@ibest.com.br)    

[voltar]

envie este texto a seus amigos

Busca Saúde
Pesquisa personalizada








Atenção: NÃO USE informações aqui divulgadas para substituir uma consulta médica. Seja prudente, consulte um médico, quando entender necessário, para o correto diagnóstico e eventual tratamento".

[ir para a participação que motivou este comentário]
 
  AHT HEMOTERAPIA: Informações & Debate, Depoimentos, Publicações e Vídeos (2007 - 2021)
Fique livre para divulguar informações aqui disponibilizadas.
Agradecemos a citação da fonte.
webmaster@hemoterapia.org