Auto-hemoterapia Informações e debates

            Quem somos

                 auto-hemoterapia o que é? |  informações & debate |  depoimentos |  publicações |  vídeos |  política de privacidade |  pesquisa virtual

ver participações do dia Visitantes: 2.419.211 (início em 30/10/2010)

"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas








Assine a petição
para a Liberação da
Auto-hemoterapia








"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas

Busca Saúde
Loading

 MÉDICA DO PIAUÍ PESQUISA AUTO-HEMOTERAPIA EM ANIMAIS Dra.

Auto-Hemoterapia - Informações e Debate - Ver Opinião - Ver Opinião - Comentário
 Quarta-feira, 14 de abril de 2010 - 05:51:52 
189.63.208.73

MÉDICA DO PIAUÍ PESQUISA AUTO-HEMOTERAPIA EM ANIMAIS 

Dra. Karina Oliveira Drumond 

 

 

Mais uma pesquisa deverá vir somar conclusões importantes sobre a eficácia da auto-hemoterapia no tratamento de doenças. Trata-se da pesquisa sobre “Tratamento de Tumor Venéreo Transmissível Canino com Auto-Hemoterapia”, que está em andamento e deverá ser concluída neste ano de 2009, sob coordenação da pesquisadora Karina Oliveira Drumond. O trabalho é financiado através de bolsa pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.  

 

A Dra. Karina Oliveira Drumond é Bolsista de Mestrado do CNPq e possui graduação em medicina veterinária pela Universidade Federal do Piauí. Tem experiência na área de Patologia Clínica Veterinária, Anestesiologia e Clínica e Cirurgia de cães e gatos. Atualmente faz mestrado em Ciência Animal na área de Sanidade e Reprodução Animal, cuja linha de pesquisa é diagnóstico, epidemiologia, controle e terapia de doenças.  

 

A pesquisadora atua na Universidade Federal do Piauí, onde serve no Centro de Ciências Agrárias - Campus da Socopo Ininga, em Teresina. Possui Mestrado em Ciência Animal pela Universidade Federal do Piauí – UFPI e o trabalho de pesquisa sobre “Tratamento do Tumor Venéreo Transmissível Canino com Auto-Hemoterapia” tem como Orientadora a professora Ana Maria Quessada. Karina tem Vínculo institucional com a UFPI e é Mestranda com Enquadramento Funcional de Bolsista do CNPq.  

 

por Walter Medeiros 

 

 

 

FONTE: http://www.orientacoesmedicas.com.br/opiniao_integra.asp?cdg=1632&u=4 

 

 

 

 

PUBVET  

 

de KO Drumond  

 

11 dez. 2009 - Minha dissertação é sobre tratamento de tumor venéreo transmissível canino com auto-hemoterapia. Tenho um pouco de experiência em clínica, ...  

 

 

FONTE: http://www.pubvet.com.br/artigos_det.asp?artigo=36 

 

 

Karina Oliveira Drumond 1, Ana Maria Quessada 2, Silvana Maria Medeiros de Sousa Silva 2, Francisco Assis Lima Costa 2, Lucilene dos Santos Silva1, Larissa Maria Feitosa Gonçalves1, Rallyson Ramon Fernando Barbosa Lopes 3  

 

 

1 Aluna de mestrado do Programa de Pós-graduação em Ciência Animal, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Piauí - Teresina, PI.  

 

2 Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinária, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Piauí - Teresina, PI.  

 

3 Aluno de graduação, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Piauí - Teresina, PI.  

 

 

 

Regressão espontânea de tumor venéreo transmissível canino. 

 

Relato de caso 

 

 

Resumo  

 

Descreve-se o caso de uma cadela, três anos, sem raça definida, que foi atendida no Hospital Veterinário Universitário (HVU) da Universidade Federal do Piauí com presença de grande massa localizada na genitália externa. O proprietário relatou que a cadela apresentava a massa há aproximadamente quatro meses. Ao exame físico foi observado que o animal apresentava parâmetros normais, porém com presença de uma massa tipo couve flor de aproximadamente 5 cm de diâmetro na vulva. A massa apresentava-se bastante vascularizada, hiperêmica, com secreção purulenta, áreas de necrose e fétida. Foi solicitado exame citológico e histopatológico, que revelaram a presença de células características de tumor venéreo transmissível como grandes células redondas com inúmeros vacúolos de coloração esbranquiçada, núcleo único e vesicular, nucléolo excêntrico e, ainda, algumas figuras de mitose e células de defesa como linfócitos e neutrófilos. No retorno para início do tratamento foi observado que o tumor havia regredido completamente, porém a mucosa da genitália apresentava-se moderadamente hiperêmica. O proprietário relatou que o tumor havia sumido 10 dias após a primeira ida ao HVU. O exame citológico revelou a ausência das células tumorais. Como não foi realizado nenhum tratamento no animal e o exame citológico não acusou a presença de TVT, o caso foi diagnosticado como de regressão. Em cães adultos e imunocompetentes o TVT pode ter regressão espontânea e fornecer certo grau de imunidade ao animal. Isso ocorre quando o animal apresenta o tumor de três a seis meses. A regressão, de TVT, está associada com aumento do infiltrado de linfócitos no tumor e caracterizada por aumento de apoptose das células tumorais, fibrose, expressão de antígenos de MHC, imunidade humoral, liberação de citocinas por células inflamatórias e necrose. O caso está sendo relatado, visto que não é comum regressão espontânea de tumor venéreo transmissível canino.  

 

Palavras-chave: tumor venéreo, regressão, cão  

 

 

 

Spontaneous regression of canine transmissible venereal tumour.  

 

 

Case report  

 

Abstract  

 

It describes the case of a bitch, three years, without defined race, which was answered in the University Veterinary Hospital (HVU) of the Federal University of Piaui with presence of large mass in external genitalia. The owner reported that the animal had a mass there are approximately four months. On physical examination was observed that the animal presented normal parameters, however with presence of a mass type borecole flower of approximately 5 cm of diameter in the vulva. The mass had to be well vascularized, hiperemy, with purulent discharge, areas of necrosis and stink. Was asked cytological and histopathological examination, which revealed the presence of characteristics cells of transmissible venereal tumor as great round cells with innumerable vacuolos of whitish coloration, single nucleus and vesicular, eccentric nucleolus and, still, some figures of mitose and cells of defense as lymphocytes and neutrophils. In return for start of treatment was observed that the tumor had completely fallen, but the lining of the genitalia showed up moderately hiperemy. The owner reported that the tumour had disappeared 10 days after the first one gone to the HVU. The cytological examination revealed the absence of tumour cells. As there was no treatment done in animal and not cytological examination showed the presence of TVT, the case was diagnosed as a regression. In adult and imunocompetentes dogs the TVT can have spontaneous regression and provide some degree of immunity to the animal. This occurs when the animal shows the tumor in three to six months. The regression of TVT, is associated with an increase in infiltration of lymphocytes in the tumor and characterized by increased apoptosis of tumor cells, fibrosis, the expression of MHC antigens, humoral immunity, release of cytokines by inflammatory cells and necrosis. The case is being reported, since it is not common spontaneous regression of canine transmissible venereal tumour.  

 

 

Keywords: venereal tumour, regression, dog  

 

 

Informações Bibliográficas  

 

 

Conforme a NBR 6023:2002 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), este texto científico publicado em periódico eletrônico deve ser citado da seguinte forma: Regressão espontânea de tumor venéreo transmissível canino. Relato de caso. PUBVET, Londrina, V. 2, N. 38, Ed. 49, Art. 36, 2008. Disponível em: http://www.pubvet.com.br/artigos_det.asp?artigo=36. Acesso em: 04/01/2010. 

 

 

FONTE: http://www.orientacoesmedicas.com.br/comentario_integra.asp?cdg=2941 

 

 

 

 

Sobre o autor: 

 

Karina Oliveira Drumond 

Sou graduada pela UFPI (Teresina, PI) em medicina veterinária. Atualmente faço mestrado em Ciência Animal. Minha dissertação é sobre tratamento de tumor venéreo transmissível canino com auto-hemoterapia. Tenho um pouco de experiência em clínica, cirurgia e anestesiologia em cães e gatos.  

 

 

Marcelo Fetha (fetha@ibest.com.br)    

[voltar]

envie este texto a seus amigos

Busca Saúde
Pesquisa personalizada








Atenção: NÃO USE informações aqui divulgadas para substituir uma consulta médica. Seja prudente, consulte um médico, quando entender necessário, para o correto diagnóstico e eventual tratamento".

[ir para a participação que motivou este comentário]
 
  AHT HEMOTERAPIA: Informações & Debate, Depoimentos, Publicações e Vídeos (2007 - 2017)
Fique livre para divulguar informações aqui disponibilizadas.
Agradecemos a citação da fonte.
webmaster@hemoterapia.org