Auto-hemoterapia Informações e debates

            Quem somos

                 auto-hemoterapia o que é? |  informações & debate |  depoimentos |  publicações |  vídeos |  política de privacidade |  pesquisa virtual

ver participações do dia Visitantes: 4.055.585 (início em 30/10/2010)

"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas








Assine a petição
para a Liberação da
Auto-hemoterapia








"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas

Busca Saúde
Loading

 http://autohemo.cloud.prohosting.com/nao_achei.htm

Auto-Hemoterapia - Informações e Debate - Ver Opinião - Ver Opinião - Comentário
 Segunda-feira, 27 de julho de 2009 - 22:41:46 

http://autohemo.cloud.prohosting.com/nao_achei.htm 

 

Auto-Hemoterapia - Nenhum efeito colateral 

 

 

Terça-feira, 16 de setembro de 2008 - 17:08:01 

Bom, você já reparou que todos os que são contra dizem que a AH "PODE" fazer mal, que ela "PODE" trazer consequências inesperadas "negativas" para o usuário, mas já reparou também que nenhum deles apresenta sequer um único caso que tenha dado errado, ou que o paciente tenha piorado, ou vindo a óbito devido a aplicação da técnica. Já reparou, se não reparou comece a pesquizar como quem procura uma jóia rara. Pago para ver. Quero ver se você vai conseguir encontar, continue tentando, como eu tentei, e acabei desistindo pois foram mais de 500 horas tentando achar um infeliz, mas pelo jeito só existem mesmo casos de sucesso entre os adeptos. Cheguei a seguinte conclusão: A auto hemoterapia é uma técnica abençoada que deve ser disseminada. Já que não tem contra indicações, não tem nenhum efeito colateral, é barata, vamos nos unir e espalhar para tantos quanto for possível. Não podemos nem pensar em guardar só para nós essa técnica maravilhosa, e deixar que seres humanos continuem apenas seguindo tratamentos convencionais que pouco ou quase nada de resultado trazem. Infelismente com tanto avanço na medicina as doenças só estão aumentado e em uma velocidade astronômica, se os remédios fossem assim tão eficazes, seria justamente o contrário, e sei que disso ninguém vai poder discordar, ou eu estou errada. Quem precisa de mais estudos, se os fatos estão aí escancarados para todo mundo ver, todo mundo que está fazendo esta tendo ótimos resultados, ou de cura ou de grandes melhoras, basta não ter preguiça e procurar no google "relatos auto hemoterapia", e no orkut nas comunidades "relatos auto hermoterapia", é um caso mais impressinante que o outro. Abraços Evanil e muita luz em seu caminho. Continue pesquizando pois só assim conseguirá achar respostas para suas dúvidas. 

MARIA - CURITIBA - PARANÁ 

 

 

100 pacientes: Sábado, 20 de dezembro de 2008 - 12:28:12  

Tive experiência positiva com a auto-hemo em mais de cem pacientes. Comecei desenvolver estudo com equipe médica em pacientes voluntários. Dividimos os pacientes em dez grupos diferentes de acordo com o tipo de problema. Infelizmente nossa pesquisa foi interrompida por questões burocráticas exigidas pela anvisa. Como foi uma iniciativa própria , a falta de apoio por parte de outras entidades e instituições prejudicaram nossa continuidade. Mas posso dizer com total segurança que mesmo se considerabnto a diversidade de doenças que estávamos tratando, nenhum paciente piorou ou teve qualquer tipo de efeito colateral. Iniciamos nossos estudos ainda em outubro de 2006 .  

Marlei Rosa Mapelli - 43 anos - Caxias do Sul / RS: fórum Orientações Médicas 

 

 

TRABALHOS CIENTÍFICOS: 10º CBCENF CONGRESSO BRASILEIRO DOS CONSELHOS DE ENFERMAGEM http://www.cbcenf.com.br/10cbcenf/anais/ 

 

http://www.orientacoesmedicas.com.br/opiniao_integra.asp?cdg=1406&u=1352 

 

Estudo da eficácia da Autohemoterapia: Uma análise fisiopatológica  

Relator(a): Jonatas Lima de Bem  

1º Autor(a): Telma Geovanini: 

"Em processos crônicos degenerativos, os clientes relataram melhora dos sintomas, o mesmo ocorrendo para aqueles que apresentavam processos crônico-inflamatórios. Não foram constatados efeitos adversos ou colaterais à esta terapia, mesmo naqueles que fizeram uso prolongado da AHT. Concluiu-se que, por sua simplicidade, a AHT se mostrou um ótimo tratamento complementar, inócuo e de eficácia comprovada." 

 

 

Autohemoterapia: resultados de estudos de casos clínicos realizados na UNIPAC-JF  

Relator(a): TELMA GEOVANINI  

1º Autor(a): Manoel Mozart Correa Norberto:  

"Não foi registrado e não houve queixas quanto a efeitos colaterais ao tratamento e efeitos adversos das aplicações por nenhum dos pacientes, ou seja 0%. Com este estudo,consideramos que a autohemoterapia, por sua simplicidade constituiu um ótimo tratamento complementar, demonstrando sua inocuidade e comprovando sua eficácia." 

 

 

ESTUDO DA EFICÁCIA DA AUTOHEMOTERAPIA:  

UMA ANÁLISE DE CASOS CLÍNICOS 

GEOVANINI, Telma – MSc. Enf. – Autora e Relatora 

Mestre em Enfermagem UNIRIO 

Especialista em Fitoterapia – UFLA-MG 

Professora e Coordenadora do Curso de Enfermagem da UNIPAC-JF 

Professora da Faculdade de Medicina da UNIPAC-JF 

Casuística: 35 pacientes de 18 a 77 anos sendo analisadas as dores e as doenças autoimunes. 22 pacientes (63%) referiram redução da intensidade dos sintomas, 11 pacientes = (31,3%), referiram remissão total dos sintomas - 02 pacientes (5,7%), não apresentaram alteração dos sintomas. Não foi registrado e não houve queixas quanto a efeitos colaterais ao tratamento e efeitos adversos das aplicações por nenhum dos pacientes, sujeitos da pesquisa 

 

Marcelo    

[voltar]

envie este texto a seus amigos

Busca Saúde
Pesquisa personalizada








Atenção: NÃO USE informações aqui divulgadas para substituir uma consulta médica. Seja prudente, consulte um médico, quando entender necessário, para o correto diagnóstico e eventual tratamento".

[ir para a participação que motivou este comentário]
 
  AHT HEMOTERAPIA: Informações & Debate, Depoimentos, Publicações e Vídeos (2007 - 2021)
Fique livre para divulguar informações aqui disponibilizadas.
Agradecemos a citação da fonte.
webmaster@hemoterapia.org