Auto-hemoterapia Informações e debates

            Quem somos

                 auto-hemoterapia o que é? |  informações & debate |  depoimentos |  publicações |  vídeos |  política de privacidade |  pesquisa virtual

ver participações do dia Visitantes: 2.561.148 (início em 30/10/2010)

"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas








Assine a petição
para a Liberação da
Auto-hemoterapia








"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas

Busca Saúde
Loading

 Comentário sobre o HUMIRA, por José Luiz Dutra, curado de

Auto-Hemoterapia - Informações e Debate - Ver Opinião - Ver Opinião - Comentário
 Domingo, 11 de abril de 2010 - 15:31:17 
189.63.223.77

Comentário sobre o HUMIRA, por José Luiz Dutra, curado de crohn com a AHT 

 

 

O texto me foi enviado por e-mail. 

 

 

MARCELO  

 

CERTAMENTE O TAL DR. MUNIR QUE CRITICA O SR. MOURA POR RECEITAR A AHT QUE NUNCA TEVE NENHUM CASO REGISTRADO OFICIALMENTE DE EFEITO SECUNDARIO É DAQUELES QUE PREFERE USAR MEDICAMENTOS COMO O HUMIRA (IMUNOSUPRESSOR) CUJA BULA RECOMENDA VIGILANCIA SEVERA PARA A POSSIBILIDADE DE APARECIMENTO DE TUBERCULOSE, LUPUS, LINFOMA E OUTROS TIPOS DE CANCER, ALERGIAS, HEPATIITE, INSUFICIENCIA CARDIACA!  

 

ISSO ESTÁ NA BULA DO HUMIRA !  

 

NATURALMENTE SE ACONTECER UMA DESSAS DOENÇAS COM UM PACIENTE DO DR. MUNIR APÓS MINISTRA-LO E VAI DIZER "EU NÃO TENHO CULPA, POIS HÁ PESQUIZA CIENTIFICA QUE INDICA O REMÉDIO"  

 

ABRAÇO, DUTRA 

 

 

 

 

Abaixo você poderá ler um trecho da bula. 

 

* VEJA BULA COMPLETA DO HUMIRA em:  

 

http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&tl=pt&u=http%3A%2F%2Fwww.accessdata.fda.gov% 

2Fdrugsatfda_docs%2Flabel%2F2002%2Fadalabb123102LB.htm  

 

 

Apenas uma parte da bula, traduzida no Google:  

 

AVISO  

 

RISCO DE INFECÇÕES  

 

Casos de tuberculose (freqüentemente disseminada ou extrapulmonar na apresentação clínica) têm sido observados em doentes tratados com Humira.  

 

AVISOS  

 

TUBERCULOSE e invasivo OPORTUNISTAS infecções fúngicas foram observadas em pacientes tratados com inibidores do FNT agentes, incluindo HUMIRA.  

 

O tratamento com HUMIRA não deve ser iniciado em doentes com infecções activas, incluindo infecções crónicas ou localizadas. Doentes que desenvolvam uma nova infecção durante o tratamento com HUMIRA devem ser cuidadosamente monitorizados. A administração de Humira deve ser interrompida caso o doente desenvolva uma infecção grave. Os médicos devem ter precaução quando consideram o uso de Humira em doentes com história de infecção recorrente ou condições subjacentes que possam predispor a infecções, pacientes ou que tenham residido regiões onde a tuberculose e histoplasmose são endêmicas (ver PRECAUÇÕES - Tuberculose e REAÇÕES ADVERSAS -- infecções). Os benefícios e riscos do HUMIRA tratamento deve ser cuidadosamente considerado antes do início do HUMIRA TERAPIA. 

 

Marcelo Fetha (fetha@ibest.com.br)    

[voltar]

envie este texto a seus amigos

Busca Saúde
Pesquisa personalizada








Atenção: NÃO USE informações aqui divulgadas para substituir uma consulta médica. Seja prudente, consulte um médico, quando entender necessário, para o correto diagnóstico e eventual tratamento".

[ir para a participação que motivou este comentário]
 
  AHT HEMOTERAPIA: Informações & Debate, Depoimentos, Publicações e Vídeos (2007 - 2017)
Fique livre para divulguar informações aqui disponibilizadas.
Agradecemos a citação da fonte.
webmaster@hemoterapia.org