Auto-hemoterapia Informações e debates

            Quem somos

                 auto-hemoterapia o que é? |  informações & debate |  depoimentos |  publicações |  vídeos |  política de privacidade |  pesquisa virtual

ver participações do dia Visitantes: 4.013.278 (início em 30/10/2010)

"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas








Assine a petição
para a Liberação da
Auto-hemoterapia








"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas

Busca Saúde
Loading

 comentario numero 26 ” THEY MUST FIND IT DIFFICULT…

Auto-Hemoterapia - Informações e Debate - Ver Opinião - Ver Opinião - Comentário
 Quinta-feira, 3 de setembro de 2009 - 18:14:20 

comentario numero 26 

 

” THEY MUST FIND IT DIFFICULT… 

THOSE WHO HAVE TAKEN AUTHORITY AS THE TRUTH, 

RATHER THAN TRUTH AS THE AUTHORITY” 

Gerald Massey 

“ELES FAZEM PENSAR QUE É DIFÍCIL… 

OS QUE TOMARAM A AUTORIDADE COMO A VERDADE, 

PELA VERDADE COMO A AUTORIDADE” 

Gerald Massey 

Usar da força de uma falsa autoridade sem apoiar-se no PODER DA VERDADE, não tem tanta força, como tem o PODER DA VERDADE, mesmo que não reconhecido por supostas autoridades principalmente as que se apoiam no poder do dinheiro. 

Seus bolsos cheios não conseguirão esconder a VERDADE, esta não precisa de advogados, prova-se por si mesma o seu PODER. 

As palavras JAMAIS conseguirão superar o poder dos ATOS, e quem FAZ a auto-hemoterapia não consegue dar crédito a uma só linha do exposto no seu artigo, pois vai contra a VERDADE. 

 

É reconhecida a existência de uma inteligência a permear a coletividade das pessoas, a qual ultrapassa o saber e as organizações meramente corporativos das categorias profissionais, por mais respeitáveis que sejam, inteligência essa que permite a compreensão e avaliação da AHT, que defende a liberdade individual e o direito de opção e que rejeita o argumento, puro, simples e repetitivo, da falta de pesquisa científica como fundamento único para proibi-la. 

Quanto aos Conselhos de Medicina, tomando-se por base a legislação vigente, cabe dizer que só compete a eles a fiscalização da atuação do profissional médico e não das técnicas terapêuticas escolhidas por este. A Medicina é uma atividade que tem por missão o servir ao ser humano, em favor de seu bem estar físico, mental e social. É obrigação ética dos conselhos profissionais dessa categoria se abrirem e favorecerem a investigação séria de tudo o que possa contribuir para aquele fim. Nesse caso, fazer o contrário significaria a negação e o comprometimento da própria identidade e idoneidade, tanto da categoria profissional quanto dos respectivos conselhos.O artigo 18 do Código de Ética Médica diz que "as relações do médico com os demais profissionais em exercício na área de saúde devem basear-se no respeito mútuo, na liberdade e independência profissional de cada um, buscando sempre o interesse e o bem estar do paciente.” 

 

Então, conselhos profissionais, e seus representantes, numa extrapolação indigna das competências específicas, não podem ficar por aí, ameaçando e espalhando terrorismo contra a população, contra médicos que optem pela AHT, contra enfermeiros, farmacêuticos e outros profissionais aplicadores. 

 

Os direitos constitucionais inalienáveis, coletivos ou individuais, em especial o do exercício do livre arbítrio, devem ser respeitados. As pessoas têm direito de escolher sobre a utilização ou não, a continuidade ou não do tratamento com AHT, sem represálias por parte de autoridades, de conselhos profissionais ou da ANVISA. Que este direito seja garantido aos médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêuticos que queiram receitar, aplicar AHT e cuidar de seus pacientes; e aos pacientes e usuários, que querem e têm direito ao acompanhamento do seu profissional de saúde. Direitos constitucionais consagrados é tudo o que se pretende fazer valer. 

 

No direito penal brasileiro, preocupação de muitas pessoas, a pena só pode ser aplicada pelo Poder Judiciário, se e quando provocado, através da caneta de um magistrado, obedecendo ao devido processo legal, e não pelas autoridades acima citadas. 

 

 

Além disso, tal proibição da ANVISA e dos conselhos profissionais impede as pessoas de realizarem a livre escolha dos serviços de saúde, infringindo o direito do consumidor (Lei 8078/90 art.4º), sem levar em conta que a saúde da população não se limita aos desejos, interesses e aos fundamentos técnicos de uma única categoria e, muito menos, aos das grandes indústrias e laboratórios farmacêuticos. 

 

A própria ANVISA não conseguiu e nem tem competência legal para tipificar a prática da auto-hemoterapia como crime, pois, a lei nº 6.437, de 20 de agosto de 1977, na qual se baseou para emitir parecer proibitivo da terapêutica, é uma lei de caráter puramente administrativo, não penal. Como se pode ver, nos incisos I a XI de seu art. 2º, as punições previstas são todas administrativas. 

 

Repito que no direito penal brasileiro, preocupação de muitas pessoas, a pena só pode ser aplicada pelo Poder Judiciário, se e quando provocado, através da caneta de um magistrado, obedecendo ao devido processo legal, e não pelas autoridades acima citadas. 

 

Ora, não se vai esgotar, aqui, o debate constitucional sobre os aspectos que interessam, porque não se tem essa pretensão e, principalmente, porque seria impossível fazê-lo. Porém, cabe afirmar que: 

 

- o Estado não cumprirá os ditames constitucionais sem a participação social, comunitária, coletiva e cidadã; 

 

- falta muito para serem atingidos, em plenitude, os fundamentos e os objetivos principais da República; 

 

- a solução da precariedade dos serviços públicos de saúde desafia o Estado, a sociedade e os cidadãos; 

 

- ninguém é obrigado a fazer ou a deixar de fazer alguma coisa, senão em virtude de lei, conforme define o inciso II do art. 5º da CF/88; interpretando-se de outra forma, o cidadão não é obrigado a abandonar a prática da auto-hemoterapia porque não há lei que o exija. 

 

Saibam que alguns representantes de conselhos de medicina, pelo Brasil afora, ao denegrirem a imagem do Dr. Luiz Moura e ameaçá-lo, bem como aos demais profissionais de saúde que querem utilizar e dos que utilizam a técnica da AHT, ferem a Constituição vigente do País. Eles são os que afrontam o Código Penal e incorrem no crime tipificado no art. 138, o qual define: “Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime: pena de detenção, de seis meses a dois anos e multa”. E mais, não foi apenas o Dr. Luiz Moura que esses cidadãos ferem; a ofensa e a acusação, descabida e preconceituosa, estendem-se a todas as pessoas que praticam a técnica – sejam profissionais ou sejam usuários. 

E por fim, PROVEM com os portocolos atuais de EDCRs que a autohemoterapia não funciona, este parcial 'depoimento', ou 'apanhado' superficial divulgado pelos desgastados conselhos de homens de branco, e executado por um só deles e não por uma equipe multidisciplinar como exige a lei, não tem competência jurídica para proibir a autohemoterapia, (tanto que não o fez) o que temos certeza é que tem muitos intere$$es por parte daqueles "gigantes" que não tem honra e ética, aos quais o brilho dos olhos só refletem a usura e a ganância . 

 

A estes não interessa fazer uma pesquisa sobre auto-hemoterapia, mas podem aprovar imunidade as Indústrias farmacêuticas SE qualquer vacina criada SEM as pesquisas necessárias (as mesmas pesquisas que cobram da aht) que se em 'tempos emergenciais' VIEREM A MATAR por causa dos EFEITOS COLATERAIS, (que sabem não são poucos) é considerado o 'mal menor' pela 'causa maior' o fato de morrer ou adoecer algumas pessoas ,( espero que não seja um filho, ou mãe de ninguém aqui,) por causa de vacinas APROVADAS em "casos emergenciais" as Indústrias farmacêuticas não precisarão pagar as bilionárias idenizações . 

 

 

Como sabem, a VERDADE não precisa de porta voz. 

Para a mentira temos lido diversos aqui que a usam para justificar sua oposição a prática. 

 

Por fim, penso que o garoto aí, que se diz 'jornalista', estava precisando de ibope, e nada como usar os adeptos da auto-hemoterapia para alavancar as visitas em seu ''diarinho de bordo... 

Se houver dignidade, publique-se 

Se não houver, será publicado igual, como disse o Marcelo aí acima, muitos receberão este email... essa é nossa segurança e isso nos difere dos que nos difamam, somos muitos e unidos. 

 

Posted by: Fernanda | setembro 3, 2009 6:11 PM 

27 

 

Abraços 'fraternos' 

Isso é (ou deveria ser) para aqueles que laboram pela LUZ da VERDADE. O que não é o caso aqui. 

 

.: 

 

 

O saudoso Dr Ricardo Veronessi deve estar lamentando os rumos tomados por seus pares... 

 

Posted by: Fernanda | setembro 3, 2009 6:27 PM 

28 

 

Fernanda não sei quem é você, mas parabéns pelos seus comentários. 

 

Senhor Igor por gentileza, vou tentar novamente postar aqui as outras respostas que já enviei antes por diveras vezes. 

 

Acredito que como novos comentários estão sendo publicados, o fato deva ter sido causado por problemas técnicos do blog, que não conseguiram "captar" e postar os vários comentários enviados. 

 

Agradeço ao Senhor pela oportunidade de me expressar, e reitero aqui, que não tive em momento algum a intenção de "criticar" o Dr. Munir Massud, que diz não ter encontrado um crítico à sua altura. Não vi aqui ninguém criticando-o, mas sim soliciatando respostas às suas dúvidas. 

 

E nem mesmo ao senhor, senhor Igor, fiz alguma crítica, mas sim, quis expor dúvidas e também divulgar a AHT. 

 

Agra abaixo tentarei postar as respostas anteriores, que também serão enviadas por e-mail. 

 

Cordialmente 

 

Marcelo 

 

Posted by: Marcelo Fetha | setembro 3, 2009 6:47 PM 

29 

 

SENHOR IGOR 

Estou somente postando os comentarios que ja enviei anteriormente por email. 

Obrigado 

 

 

Professor Jesse Teixeira foi quem idealizou a Auto-Hemoterapia, por Falcone médico há 33 anos. 

 

Data: 01/09/2009 17:38 

De: Walter Batista Falcone (walterfalcone@yahoo.com.br) 

IP: 201.11.75.90 

Assunto: Re: Professor Jesse Teixeira foi quem idealizou a Auto-Hemoterapia, 

Assisti o dvd do Dr. Luiz Moura que muito me entusiamou, visto ser eu contrário ao mercantilismo da medicina, tanto pelo colegas médicos como e principalmente pelos laboratorios e produtores de materiais médicos. 

Estou investigando e já encontrei dois cosos: um deles doença de Cronh em uso há três anos da Auto Hemoterapia (AH) com resultados excelentes, me disse a funcionaria de um dos hospitais de minha cidade " doutor antes eu só vivia internada e agora nunca mais e me sinto muito bem". Perguntei-a qto tempo levou para fazer efeito; seis meses disse, sempre com 5ml de sangue e tem mais disse ela o cisto de ovário que eu tinha e o mioma sumiram e eu falei para a minha ginegologista que disse, ora então continue. Já para o proctologista que a tratava, após uma colonoscopia ele disse: tenho uma boa notícia se eu não soubesse que V. tem a doença de Crohn eu não acreditaria, pois desapareceu. Me disse ela que para este doutor ela não contou da AH. 

O outro caso de uma senhora que me alegou que o marido usou durante alguns meses e melhorou bastante, mas que depois parou, mas que tem vontade de recomeçar a AH. 

 

Senhores como vocês podem vê a coisa parece boa e se tem o trabalho de Jesse Texeira e do Ricardo Veronessi endoçando, como podemos sustar uma terapia que nos parece excelente e com custo baixissimo, o valor da seringa. 

Vamos tratar a medicina como um sacerdócio, como deve ser, para recebermos os dividendos de graças nesta e na vida eterna. Que Deus ilumine a todos. 

 

Falcone médico há 33 anos. 

 

Posted by: Marcelo Fetha | setembro 3, 2009 6:51 PM 

30 

 

Prezado Senhor Igor 

 

Estou tentando postar 2 comentários, mas não estou conseguindo. 

 

Já enviei-os para seu email, e estou enviando-os novamente agora para: igorsantos@gmail.com 

 

Os Títulos dos comentários são: 

 

1- ATENÇÃO AUTORIDADES e AUTOHEMOTERAPEUTAS, principalmente os da área de Direito. 

 

2- Novos links (PUBMED) enviados pelo amigo ARSENIO (USA): 

 

Por favor, solicito a gentileza de providenciar a publicação dos mesmos. 

 

Muito obrigado. 

 

Cordialmente 

 

Marcelo 

 

Posted by: Marcelo Fetha | setembro 3, 2009 7:06 PM 

 

Marcelo Fetha (fetha@ibest.com.br)./    

[voltar]

envie este texto a seus amigos

Busca Saúde
Pesquisa personalizada








Atenção: NÃO USE informações aqui divulgadas para substituir uma consulta médica. Seja prudente, consulte um médico, quando entender necessário, para o correto diagnóstico e eventual tratamento".

[ir para a participação que motivou este comentário]
 
  AHT HEMOTERAPIA: Informações & Debate, Depoimentos, Publicações e Vídeos (2007 - 2021)
Fique livre para divulguar informações aqui disponibilizadas.
Agradecemos a citação da fonte.
webmaster@hemoterapia.org