Auto-hemoterapia Informações e debates

            Quem somos

                 auto-hemoterapia o que é? |  informações & debate |  depoimentos |  publicações |  vídeos |  política de privacidade |  pesquisa virtual

ver participações do dia Visitantes: 2.207.332 (início em 30/10/2010)

"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas








Assine a petição
para a Liberação da
Auto-hemoterapia








"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas

Busca Saúde
Loading

 Bem, este é mesmo um tema preocupante. (Porque neste país

Auto-Hemoterapia - Informações e Debate - Ver Opinião - Ver Opinião - Comentário
 Quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010 - 14:26:29 
189.63.209.109

Bem, este é mesmo um tema preocupante. (Porque neste país tem jogo de empurra empurra pra todo lado). 

 

Eu só penso nas pessoas que vivem nos aterros catando lixo.(está proibido???, mas tem um monte de gente nesta triste situação). Já são marginalizados pelo sistema, e sujeitos a muitas doenças, devido às pessimas condiçoes em que vivem.  

 

Assim, penso que nós AHTs, temos que ter esta consciencia. 

 

Acho que o Olivares (veja abaixo) deu ótimas dicas. Queimar em local seguro todo material usado, como algodão, seringas e as folhas de papel, e depois descartar o residuo em lixo comum. 

 

Quanto as agulhas, andei vasculhando a internet, e não encontrei um órgão que seja responsãvel pela coleta deste material. (assim optar pelos coletores plasticos, e infelizmente ter que depender de amizade, para poder jogar fora estas agulhas com segurança???). 

 

Aliás, este é um assunto polemico, porque sempre surgem noticias de que uma cidade vizinha está jogando lixo hospitalar no aterro de outra cidade. E ninguem toma providencias. (há anos dizem que providencias estão sendo discutidas, etc e bla bla bla) 

 

No interior de SP, o aquífero Guarani, segundo ultima reportagem que vi, tem nada menos que 2000 focos de contaminação. (também há anos dizem que providencias estão sendo discutidas, etc e bla bla bla) 

 

Outro problema, são as pilhas comuns. Aqui na minha cidade, shoppings tinham postos de coleta, mas agora não têm mais. 

 

Chego a conclusão de que o prof Laercio Fonseca tem toda razão, quando diz: Apocalipse pra que? Esse povo atrasado da terra vai se destruir a si mesmo em pouquissimo tempo. 

 

 

Data: 25/02/2010 12:48 

De: Olivares Rocha 

IP: 200.20.24.78 

Assunto: Re: Re: Re: Bom ficar atento aos COMENTARIOS da mensagem de Olivares sobre Seringas 

 

Eu, por meu turno, tenho o hábito de juntar as seringas com o papel que cobre a mesa (uso 2 folhas tamanho a4 para forrar a mesa, pois panos podem eventualmente saltar fiapos . colocamos as seringas sobre eles � comprei uma resma para isso. Acho mais ecológico que lavar panos se sujar de sangue), os algodões etc, numa garrafa pet e depois de algum tempo, eu queimo tudo... o resíduo, com as agulhas, eu guardo numa lata de metal de leite tipo nescal etc, amasso bem e descarto normalmente. As agulhas estarão esterilizadas, e amassadas num meio em que provavelmente irá ou para reciclagem (metal) ou enferrujará no lixão mas protegida dentro da lata, sem riscos de acidentes para quem os manuseie... O procedimento correto é muito complicado e onera com caixas específicas etc... De qualquer forma devemos sempre que possível seguir este procedimento. Fui a algumas farmácias e todos me encararam com estranheza. Posto de saúde não aceita... Esta foi a alternativa que achei...  

Marcelo Fetha (fetha@ibest.com.br)    

[voltar]

envie este texto a seus amigos

Busca Saúde
Pesquisa personalizada








Atenção: NÃO USE informações aqui divulgadas para substituir uma consulta médica. Seja prudente, consulte um médico, quando entender necessário, para o correto diagnóstico e eventual tratamento".

[ir para a participação que motivou este comentário]
 
  AHT HEMOTERAPIA: Informações & Debate, Depoimentos, Publicações e Vídeos (2007 - 2017)
Fique livre para divulguar informações aqui disponibilizadas.
Agradecemos a citação da fonte.
webmaster@hemoterapia.org