Auto-hemoterapia Informações e debates

            Quem somos

                 auto-hemoterapia o que é? |  informações & debate |  depoimentos |  publicações |  vídeos |  política de privacidade |  pesquisa virtual

ver participações do dia Visitantes: 3.448.171 (início em 30/10/2010)

"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas








Assine a petição
para a Liberação da
Auto-hemoterapia








"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas

Busca Saúde
Loading

 A ciência da incerteza “A medicina é a ciência da

Auto-Hemoterapia - Informações e Debate - Comentário
 Domingo, 8 de abril de 2012 - 09:52:23 
189.63.217.64

A ciência da incerteza 

 

“A medicina é a ciência da incerteza e a arte da probabilidade” 

 

Dr. William Osler 

 

O Dr. Bernard Lown - professor emérito de cardiologia da Escola de Saúde Pública de Harvard e médico do Hospital Brigham para Mulheres, em Boston - recebeu em 1985, o prêmio Nobel da Paz em nome da Associação Internacional de Médicos para a Prevenção da Guerra Nuclear, entidade da qual é co-fundador. Em seu livro “A Arte Perdida de Curar”, o Dr Lown faz um relato extremamente corajoso e sincero: “Grandes mestres moldaram minhas ideias sobre a tarefa do médico, destacando-se principalmente o Dr. Samuel Levine... embora ele fosse fadado a ser meu mentor e paradigma profissional, permiti que minha arrogância juveni l me dominasse e concluí que o velho Levine tinha pouco a me oferecer... Mas, logo se tornou difícil evitar admitir a minha inércia como clínico. Era óbvio o contraste existente entre a reação dos doentes do Dr. Levine e a dos confiados aos meus cuidados. Ele, com pequeno conhecimento da fisiopatologia aplicável, receitava poções não testadas e o paciente melhorava, se recobrava e recuperava a saúde, ao passo que eu, repleto dos últimos descobrimentos relatados no New England Journal of Medicine, não conseguia tais resultados”. 

 

Que interessante! Como pode “Poções não testadas”- não submetidas a teste de significância estatística, aos rigores da ciência-, servirem melhor aos pacientes do que os conceitos verdadeiramente determinados pelo método científico? Será que estes pacientes não sabiam que o que a ciência comprova e publica em revistas científicas é lei, é verdade, e deve ser seguido à risca sobre pena deles não se curarem? 

 

Ora, é claro que se Pilatos conhecesse o método científico, a pesquisa, os testes t de Student, as regressões logísticas, as análises multivariadas, etc. etc. ele não teria perdido tempo perguntando a Cristo: “Que é verdade?”. A verdade é a ciência e pronto! Ela é tão verdadeira, que até 1980, os médicos tinham certeza de que a principal causa da úlcera péptica gastroduodenal era o estresse. Havia até um aforismo aprendido por todos: “Sem ácido, não há úlcera!”. E inúmeras foram as dissertações de mestrados e teses de doutorados, publicadas em revistas de renome internacional, fazendo a apologia ao tratamento cirúrgico da úlcera péptica. Eu mesmo (que Deus e, principalmente, os me us pacientes me perdoem), durante a minha residência de cirurgia, operei diversos doentes ulcerosos... Mas, um dia, a verdade, cientificamente comprovada e publicada, foi ousadamente questionada por dois médicos australianos, os Drs. Barry Marshall e Robin Warren: “Nada do que se sabe da origem das úlceras é verdade; elas são causadas por uma bactéria, o H. Pylori”. É claro que os dois foram ridicularizados na época; suas palestras e comunicações eram motivos de chacotas e risos. No entanto, do ceticismo inicial – a ponto de nenhuma revista ligada a medicina ter aceitado os seus trabalhos-, hoje, após uma lenta e difícil batalha, tratamos os ulcerosos não mais com cirurgia e sim com ant i bióticos. 

 

Veja caro leitor, como as verdades cientificamente comprovadas na medicina são sólidas... O que ontem era lei, hoje é lixo; o que hoje é ridicularizado, amanhã pode ser lei. Portanto, a pergunta agora não é mais “Que é verdade?”, mas sim, “Quem está com ela, com a verdade?”. Os devoradores de artigos médicos? Os professores universitários assoberbados de conhecimentos, capazes de ler toda a biblioteca de Alexandria, mas incapazes de saber o significado da palavra AMOR? “Os arrogantes que acham que só têm um ponto de vista que vale: o dele?” Quem?! Por favor, se alguém souber quem é o dono da verdade, envie o nome para meu o e-mail (edilsonpinto@uol.com.br), pois adorarei conhecê-lo. 

 

Afinal, por saber tão pouco - aliás, assim como Sócrates: “Só sei que nada sei!”-, só sei que entre o céu e a terra há mais mistérios do que pode imaginar a nossa vã filosofia, como alertava Shakespeare. Mistérios, que estão além do nosso alcance, da nossa limitada consciência. Mistérios, que não explicam como um doente pode melhorar apenas com um bom dia, com um aperto de mão, com uma música ou livro lido na sua cabeceira. Mistérios, citados no artigo do Dr. Sigwart Ulrich, publicado na revista Science, mostrando que doentes operados de vesícula se recuperavam melhor quando a janela do seu quarto hospitalar abria para um bosque, ao invés daqueles cuja janela dava para um estacionamento... Mistérios! 

 

Não é à toa, caro leitor, que o julgamento de Hipócrates inicia-se assim: “Juro por Apolo Médico, por Esculápio, por Higéia, por Panacéia e por todos os deuses e deusas, tomando-os como testemunhas...”. Ele sabiamente percebeu que a fé, a crença, é algo tão importante quanto um bisturi ou um quimioterápico poderoso... Por isso que o Dr. Lown, aquele que ganhou o prêmio Nobel da Paz, certa vez disse: “A melhor cura será aquela que casar a arte com a ciência, quando o corpo e espírito forem examinados juntos”. 

 

Francisco Edilson Leite Pinto Junior 

 

Professor, médico e escritor 

 

 

 

=========== 

 

 

 

Morrendo Por Não Saber 

Valer a pena assistir este vídeo: (sobre a TERAPIA GERSON) 

 

http://www.youtube.com/watch?v=PnNUts8X9jI 

 

Depois de filmar o documentário "O Milagre de Gerson", o diretor Steve Kroschel, se deparou com evidências que apontavam que realmente a cura do câncer já havia sido descoberta e que interesses da indústria farmacêutica estavam por trás de esconder os resultados da Terapia de Gerson, que utiliza-se basicamente da nutrição altamente rica e da desintoxicação. 

 

Ele vai então conversar com médicos, pacientes, nutricionistas viajando pelos EUA, Espanha, Holanda e México. No Japão conversa com um médico que aplicou em si o tratamento e curou-se, depois de ter sido diagnosticado de câncer terminal 50 anos atrás. Esse médico hoje faz a Terapia de Gerson no Japão para inúmeros pacientes. 

 

"Por que essa terapia ainda está renegada depois de 75 anos de claramente provar curar doenças degenerativas?" - É o que o diretor tenta responder. 

 

 

======= 

 

 

O PROBLEMA DOS ESTUDOS ESTÁ AÍ OH!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!  

 

Leiam o que um médico comentou sobre isso:  

 

Estudos multicêntricos, randomizados, prospectivos, são os modelos americanos de que as  

organizaçoes multinacionais farmacêuticas fazem, custam carissimo e não encontramos nenhuma  

instituiçao de pesquisa brasileira que queira patrocinar um estudo desse com a Auto-hemoterapia,  

quer seja por preconceito também dos comitês de ética compostos por "médicos" não deixam passar  

os projetos de pesquisa. Tudo pacote americano que querem fazer.  

 

A própria ANVISA quando diz que precisa de estudos cientificos está se referindo a estudos dessa  

natureza, (randomizados, controlados, etc.). Ou seja, os estudos que já existem para eles não tem  

nenhum valor, nem esse o da Prof. GEOVANINI que foi publicado em Portugal, diga-se de passagem  

uma grande feito para o Brasil, tem valor para eles, pois é um estudo de caso. Para eles só serve  

estudo se for nos moldes dos das iundústrias farmacêuticas multinacionais. E como custam  

caríssimo e os outros projetos nunca passam nas comissões de pesquisa por preconceito (a maioria  

composta por médicos). Assim os pesquisadores brasileiros ficam com pés e mãos atados. Sei de  

MUITOS projetos com cobaias nesses moldes que a ANVISA quer, e OS CONSELHOS são contra.  

E NÃO QUEREM BANCAR. Ou seja, mandar fazer pesquisa é facil, quero ver é fazer e com todas essas  

restrições, e eles sabem muito bem disso.  

 

ISTO RESPONDEU A DÚVIDA DE VOCÊS SOBRE O ASSUNTO?  

 

Marcelo comenta:  

 

Meu caro Doutor ........ respondeu e explicou tudo direitinho.  

 

É isso aí pessoal, assim não servem as curas, os estudos existentes, nem mesmo cachorro. MAS o  

cachorro está curado. Sinto muito tem que provar com estudos.  

 

Isso me lembra um quadro de um programa, onde o Jô Soares ia requerer a aposentadoria:  

- MAS EU ESTOU AQUI E VIVINHO DA SILVA.  

- NÃO ADIANTA MEU SENHOR, TEM QUE PROVAR QUE ESTÁ VIVO. E TRAZER ATESTADO QUE ESTÁ VIVO, SENÃO APOSENTADORIA NÃO SAI MESMO.  

 

É um ACHISMO bem conveniente para continuar com a proibição ILEGAL. (Diga novamente proibição ILEGAL somente no Brasil) 

 

Eh Brasil, que coisa hein? Cheinho de Gérsons.  

 

 

========= 

 

 

Todos os medicamentos antes de serem aprovados e lançados, foram testados, e com testes muitos rigorosos, e foram aprovados cientificamente etc e bla bla bla e (só por isso os profissionais(???) da saude lançam mao deles.... e curam todas as doenças: 

 

Sei, sei..... 

 

 

Dr. Lair Ribeiro (vídeo: Diferença entre medicamentos e suplementos):  

 

"TODAS AS VEZES QUE VOCE COLOCA UM REMÉDIO NA BOCA, O CORPO NÃO SABE O QUE FAZER COM ELE."  

 

"MEDICAMENTOS SÃO MOLÉCULAS ESTRANHAS E TODOS CAUSAM EFEITOS COLATERAIS".  

 

(Salientando que este médico tem mestrado em Cardiologia, 149 publicações científicas, foi professor de medicina em 22 países, dentre outras qualificações profissionais invejáveis).  

 

vídeo: A diferença de suplemento e remédio: http://youtu.be/o0qdIQdB_a4 

 

vídeo: Água alcalina: http://youtu.be/0T2xXLyvg8g 

 

 

A DIETA DO FUTURO QUE PREVINE CARDIOPATIAS, CURA O CANCER E CONTROLA O DIABETES TIPO 2.  

 

"TODOS OS MEDICAMENTOS SÃO ESTRANHOS PARA O CORPO".  

 

No trecho deste livro, de autoria do médico Dr. Hiromi Shinya, ele narra que pensou que fosse morrer ao testar um medicamento. Antes de prescrever aos seus pacientes, ele tinha por hábito testar medicamentos em si mesmo, para saber exatamente os efeitos colaterais, inclusive os que as bulas dos remédios não informam. E ainda diz: "Acredito que, a longo prazo, todos os medicamentos, vendidos com ou sem receita médica, sejam basicamente danosos aos organismo."  

 

(Lembrando que este médico na época em que escreveu o livro, já tinha operado mais de 300 mil pessoas. E no vídeo onde ele já está com mais idade, ele mostra a situação dos intestinos de acordo com a alimentação, e relaciona como causas principais, os maus hábitos e a má alimentação, nas ocorrências de várias enfermidades. No vídeo, ele diz que já operou mais de 500 mil pessoas.  

 

(Óbvio que a palavra deste médico é incontestável. E também porque dentre tantos, um de seus maiores trunfos, é que 0% (NENHUM) de seus pacientes teve recidivas de cancer).  

 

vídeo: A importância da Alimentação: http://youtu.be/rt1hFclEJkM 

 

vídeo: Dr. Shinya - intestino - dublado em português: http://youtu.be/EUk6QF2uikE 

 

trecho do livro: http://alturl.com/hyagz 

 

 

 

E quanto a auto-hemoterapia, Dr. Luiz Moura tem 68 anos de experiência, pois usa AHT desde 1943:  

 

AUTO-HEMOTERAPIA, Contribuição para saúde:  

 

"...eu tenho certeza de que é uma técnica absolutamente inocente, que nenhum mal faz para a pessoa, nunca vi nenhum problema,...", "...Nunca vi nenhum abscesso, nenhuma contaminação,..."  

 

http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-dvd.htm 

 

 

===== 

 

 

 

A PROIBIÇÃO ILEGAL SO EXISTE NO BRASIL, PORQUE A AUTO-HEMOTERAPIA ATRAPALHA OS NEGOCIOS DOS "MERCANTILISTAS DA SAÚDE, que fazem das DOENÇAS (e desgraça das pessoas), um meio de vida. 

 

 

e por fim: 

 

NA HORA QUE o filho da D Raiumunda, (aquela feia de cara e boa de b....) tiver uma esclerodermia, na parte bonita da D Raimunda, ou seja na b...., quero ver se vai ficar com essa ladainha de querer ler estudos, teses dotorados etc... 

 

 

M.Fetha    

[voltar]

envie este texto a seus amigos

Busca Saúde
Pesquisa personalizada








Atenção: NÃO USE informações aqui divulgadas para substituir uma consulta médica. Seja prudente, consulte um médico, quando entender necessário, para o correto diagnóstico e eventual tratamento".

[ir para a participação que motivou este comentário]
 
  AHT HEMOTERAPIA: Informações & Debate, Depoimentos, Publicações e Vídeos (2007 - 2020)
Fique livre para divulguar informações aqui disponibilizadas.
Agradecemos a citação da fonte.
webmaster@hemoterapia.org