Auto-hemoterapia Informações e debates

            Quem somos

                 auto-hemoterapia o que é? |  informações & debate |  depoimentos |  publicações |  vídeos |  política de privacidade |  pesquisa virtual

ver participações do dia Visitantes: 2.285.988 (início em 30/10/2010)

"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas








Assine a petição
para a Liberação da
Auto-hemoterapia








"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas

Busca Saúde
Loading

 Depoimento sobre Auto-hemoterapia para: Miastenia gravis

Auto-Hemoterapia - Depoimentos - Participação
547
Quinta-feira, 11 de junho de 2009 - 19:30:24
189.115.4.119
Enfermidades selecionadas 
 Miastenia gravis

Depoimento sobre Auto-hemoterapia para: Miastenia gravis

Vantagens 

redução do medicamento MESTINON para 1/3 da dose diária. Aumento expressivo da capacidade muscular. 

 

Experiência 

Miastenia Gravis é uma doença auto-imune que tem como principal sintoma a fadiga muscular, impedindo que o portador da mesma seja capaz de desenvolver suas atividades normais, até as mais simples como por exemplo: pentear os cabelos, escovar os dentes, ou até mesmo falar, pois o cansaço se faz presente em todos os músculos como; os que movem as cordas vocais, mãos, pálpebras, pernas e braços, etc. 

Em condiçoes normais, tomava 3 comprimidos de mestinon ao dia. Em condições adversas como gripe, ou qualquer tipo de infecção que afetasse meu sistema imunológico, aumentava essa dosagem para até 6 ao dia. 

Jamais podia esquecer de tomar o medicamento pois os próprios sintomas me lembravam.  

Ao me submeter ao tratamento com a AUTO-HEMOTERAPIA (10mg semanalmente) continuei a tomar a mesma dosagem do mestinon, ou seja 3 comprimidos ao dia. Passados alguns meses, 6 ou 7 talvez, comecei a esquecer de tomar o remédio a ponto de passar o dia sem tomar. Foi assim que pude observar que estava melhorando então fui reduzindo a dose para 2, depois para 1, e penso que um dia desses não tomarei mais nenhum. Me exercito fazendo caminhadas e bicicleta ergométrica diáriamente (tento!). Acho criminoso que autoridades competentes não procurem pesquisar o assunto profundamente o que certamente ajudaria muitas pessoas a custo quase zero. Para mim está claro que existe interesses economicos envolvidos nestas opiniões contrárias à prática da auto-hemoterapia.  

P.S. meu marido também está se curando de GÔTA com a AH. 

 

 

Anônimo
55 anos
- Recife - PE - Brasil

____________
Este depoimento foi extraído da "Primeira Pesquisa Virtual de Orientações Médicas sobre auto-hemoterapia", por isso: a data registrada é a data da participação na pesquisa; o depoimento está classificado como "neutro" (Nenhuma das opções acima); a opção "receber emails" está "desabilitada"; os nomes dos autores só serão exibidos quando estes tiverem feito esta escolha; as idades dos autores são da época da participação.

[ocultar participação]  [voltar]

Comentários


Quero comentar Total de 1 comentários  -  1 nesta página
[primeira < anterior   Página de 1     próxima >  [última]

Quarta-feira, 29 de março de 2017 - 06:06:01
 

Nenhum comentário ainda.

 

Webmaster



envie este texto a seus amigos

Busca Saúde
Pesquisa personalizada








Atenção: NÃO USE informações aqui divulgadas para substituir uma consulta médica. Seja prudente, consulte um médico, quando entender necessário, para o correto diagnóstico e eventual tratamento".

[ir para a lista que contém esta participação]
 
  AHT HEMOTERAPIA: Informações & Debate, Depoimentos, Publicações e Vídeos (2007 - 2017)
Fique livre para divulguar informações aqui disponibilizadas.
Agradecemos a citação da fonte.
webmaster@hemoterapia.org